Batendo Pino

Publicidade do PT faz Bolsonaristas "tirarem calças pela cabeça"

Vídeo destaca avanços do governo Lula e critica gestão de Bolsonaro

Peça publicitária do PT expõe desastre do governo do ex-presidente Jair Bolsonaro. Foto: Reprodução
Peça publicitária do PT expõe desastre do governo do ex-presidente Jair Bolsonaro. Foto: Reprodução

Rio de JaneiroO PT lançou uma campanha publicitária que gerou grande indignação entre apoiadores de Jair Bolsonaro.

O vídeo, exibido em TV aberta, destaca as falhas do governo Bolsonaro e os avanços alcançados pela administração de Lula.

ESTAMOS NAS REDES

Siga-nos no X

Inscreva-se no no Youtube

O que você precisa saber

  • Conteúdo do vídeo: A peça publicitária aborda temas como a má gestão da pandemia, a crise econômica e a fome durante o governo Bolsonaro, contrastando com os avanços recentes sob o governo Lula.
  • Reação de bolsonaristas: A campanha provocou reações negativas, com bolsonaristas acusando o vídeo de ser uma “peça de ficção”.
  • Ação judicial: Fabio Wajngarten, ex-chefe da Secom e assessor de Bolsonaro, ameaçou levar o caso à Justiça, acusando o PT de divulgar fake news.

Detalhes da campanha

O vídeo, exibido em diversas redes desde o fim de maio, afirma que “eles tentaram destruir o Brasil” e lista problemas como o descaso na pandemia, o desastre econômico e a fome. Destaca ainda que “mais de 24 milhões de pessoas já saíram do mapa da fome” e que “os empregos estão voltando”.

LEIA TAMBÉM

Reação de Fabio Wajngarten

Fabio Wajngarten, advogado e assessor de Bolsonaro, criticou duramente a publicidade. Ele declarou que o vídeo “não está condizente com a legislação” e que irá acionar advogados eleitorais do PL para tomar providências legais.

Imagens polêmicas

A peça publicitária inclui imagens de mãos formando armas, símbolo utilizado por bolsonaristas, que se transformam em “L”, sugerindo apoio a Lula. Essa representação visual gerou ainda mais controvérsia entre os apoiadores de Bolsonaro.

Repercussão nas redes sociais

A campanha do PT foi amplamente debatida nas redes sociais, com bolsonaristas a chamando de “ficção” e criticando sua mensagem. Veja a repercussão completa no vídeo divulgado: