Cerveja no Rosto

Jean Wyllys e Amanda Vettorazzo tiveram confronto na Parada LGBTQIA+

Ex-deputado joga cerveja em pré-candidata do MBL após provocação

Jean Wyllys e Amanda Vettorazzo durante o confronto na Parada LGBTQIA+ em São Paulo.
Jean Wyllys e Amanda Vettorazzo durante o confronto na Parada LGBTQIA+ em São Paulo.

São Paulo – Durante a Parada do Orgulho LGBTQIA+ no domingo (2), o ex-deputado federal Jean Wyllys (PT) e a pré-candidata a vereadora Amanda Vettorazzo (União Brasil) protagonizaram uma cena tensa. Wyllys jogou cerveja em Vettorazzo após ser provocado com perguntas sobre Che Guevara.

ESTAMOS NAS REDES

Siga-nos no X

Inscreva-se no no Youtube


O que você precisa saber

  • Confronto Público: Jean Wyllys jogou cerveja em Amanda Vettorazzo durante a Parada LGBTQIA+.
  • Provocação: Vettorazzo questionou Wyllys sobre sua admiração por Che Guevara, acusando-o de apoiar um homofóbico.
  • Reação de Wyllys: O ex-deputado negou as acusações e criticou a pré-candidata, chamando-a de “burra” e dizendo que ela “precisa estudar história”.

Detalhes do Confronto

Provocação e Resposta

Durante a parada, Amanda Vettorazzo abordou Jean Wyllys com uma pergunta sobre homofobia, que ele considerou “um horror”. Ela então questionou por que ele faria apologia a Che Guevara, que, segundo ela, era homofóbico.

“O que você acha de homofobia?” perguntou Vettorazzo. “Um horror,” respondeu Wyllys. “Por que você fez então apologia ao Che Guevara, que era homofóbico?” replicou Vettorazzo.

Leia Também

Reação e Confronto

Irritado com a acusação, Jean Wyllys negou que Che Guevara fosse homofóbico e criticou Amanda, dizendo que ela precisa estudar história. Ao tentar se afastar e continuar sendo questionado, Wyllys jogou cerveja na pré-candidata. A cena foi filmada e compartilhada nas redes sociais por Vettorazzo.

“Che Guevara não era homofóbico,” afirmou Wyllys, chamando Amanda de “burra”.

Repercussão nas Redes

Amanda Vettorazzo celebrou o ocorrido nas redes sociais, incluindo um vídeo antigo em que Wyllys admite que Che Guevara “era homofóbico”, mas ressalvando que ele era “um homem de seu tempo”. A pré-candidata destacou a contradição nas declarações de Wyllys.

“Consegui irritar o ex-deputado,” escreveu Amanda ao compartilhar o vídeo do incidente.