Fake News

Gleisi Hoffmann sobre as fake news de Bolsonaro: “Vida de inelegível é assim”

Líder do PT afirma que ex-presidente deve explicar acusações de crimes

megaloterias
Gleisi Hoffmann - Foto: Reprodução
Gleisi Hoffmann - Foto: Reprodução

Rio de Janeiro – Gleisi Hoffmann, presidente do PT, acusou Jair Bolsonaro de propagar fake news e incitar ódio, em publicação no X, antigo Twitter, nesta segunda-feira (15).

O que você precisa saber:

  • Gleisi Hoffmann acusou Jair Bolsonaro de propagar fake news e incitar ódio.
  • A parlamentar afirmou que Bolsonaro deve explicar as acusações de crimes que sofre.
  • Gleisi Hoffmann disse que Bolsonaro deve aproveitar enquanto está inelegível, pois sua hora vai chegar.

Em publicação no X, Gleisi Hoffmann afirmou que Bolsonaro “conta muita mentira, espalha muito veneno e incita o ódio por onde passa”. Ela citou como exemplos o genocídio durante a pandemia, o garimpo ilegal, o assassinato de indígenas e os ataques às instituições e à democracia.

“Vida de inelegível é assim”, escreveu Hoffmann. “Aproveite enquanto está só inelegível, porque sua hora vai chegar”.

As acusações de Gleisi Hoffmann são baseadas em uma série de declarações e ações de Bolsonaro ao longo de seu governo. O ex-presidente foi acusado de propagar fake news sobre a pandemia, de incentivar invasões ao Congresso Nacional e ao Supremo Tribunal Federal, e de estimular ataques contra opositores políticos.

Bolsonaro ainda enfrenta uma série de acusações de crimes, incluindo incitação ao crime, prevaricação e obstrução de Justiça. Ele é réu em ao menos 23 processos criminais

megaloterias
megaloterias