Rio Abandonado

Família do 'pequeno Gui' é assaltada após Vasco garantir permanência na Série A

Criminosos apontam revólveres para criança e causam terror psicológico

megaloterias
Pequeno Gui e post realizado por sua mãe relatando o acontecimento. (Foto: Reprodução)
Foto: Reprodução Instagram

Guilherme Gandra, conhecido como “pequeno Gui”, e sua família foram vítimas de um assalto na noite desta quarta-feira (7) ao saírem de São Januário, estádio do Vasco. A família, que celebrava a permanência do clube na Série A, foi abordada por criminosos no momento da saída do evento esportivo.

O que você precisa saber:

  • Guilherme Gandra, conhecido como “pequeno Gui”, e sua família foram vítimas de um assalto.
  • O assalto ocorreu após o Vasco garantir sua permanência na Série A.
  • Os criminosos apontaram revólveres para a família, incluindo a criança.
  • Os criminosos levaram celulares, relógios, aliança e causaram terror psicológico.

Tayane Gandra, mãe de Gui, descreveu o episódio como um “verdadeiro absurdo”, ressaltando que os assaltantes apontaram revólveres para a família, incluindo a criança.

Segundo ela, os criminosos levaram celulares, relógios, aliança e causaram terror psicológico.

“Acabamos de ser assaltados saindo de São Januário. Colocaram revólver na nossa cara, não respeitaram o Gui no carro, uma criança! Celulares, relógios, aliança e muito terror psicológico. Deus nos proteja e nos ajude a batalhar e reconquistar o que nos foi tirado”, escreveu ela nas redes sociais.

O assalto ocorreu após o Vasco garantir sua permanência na Série A, vencendo o Sport por 3 a 1, em São Januário. A família estava comemorando a vitória do clube quando foi abordada pelos criminosos.

megaloterias
megaloterias