Covardia e Canalhice

Polícia do RS descobre desvio de doações para beneficiar políticos

Investigações revelam esquema envolvendo políticos e pré-candidatos em várias cidades

Agentes do Gaeco apreendem doações desviadas em operação no Rio Grande do Sul.
Agentes do Gaeco apreendem doações desviadas em operação no Rio Grande do Sul.

Porto Alegre – Desde maio, operações do Gaeco/MPRS com apoio da Polícia Civil investigam desvios de doações destinadas às vítimas das chuvas no Rio Grande do Sul. Foram encontrados indícios de que ao menos 12 pessoas, incluindo políticos e pré-candidatos, estão envolvidas no esquema.

ESTAMOS NAS REDES

Siga-nos no X

Inscreva-se no no Youtube

O que você precisa saber:

  • Gaeco e Polícia Civil investigam desvio de doações no RS.
  • Mais de 3,7 milhões de itens doados pela Defesa Civil.
  • Políticos e pré-candidatos são suspeitos de usar donativos para obter votos.
  • Operações realizadas em Palmares do Sul, Barra do Ribeiro, Eldorado do Sul e Cachoeirinha.
  • 175 mortes confirmadas devido às chuvas no estado.

Operações em Palmares do Sul

Entre 4 e 8 de junho, o Gaeco e a Polícia Civil realizaram operações “Desvio 1” e “Desvio 2” em Palmares do Sul. Foram investigados três pré-candidatos: Filipe Lang (PT-RS), Polon Backes de Oliveira (União Brasil-RS) e Manoel Antunes Neto (PL-RS). A operação resultou na apreensão de doações desviadas e na prisão de Lang por posse irregular de arma de fogo.

LEIA TAMBÉM

Ação em Barra do Ribeiro

Em 23 de maio, o Gaeco descobriu que doações destinadas a Barra do Ribeiro foram desviadas para uma entidade ligada a um pré-candidato. Foram apreendidos centenas de produtos, documentos, celulares e mídias eletrônicas que ajudarão nas investigações.

Investigação em Eldorado do Sul

Em 25 de maio, investigações revelaram desvio de doações em Eldorado do Sul, uma das cidades mais afetadas pelas enchentes. Dois pré-candidatos da Defesa Civil municipal são suspeitos. A gravidade do caso levou à solicitação de intervenção do Exército Brasileiro na entrega de doações.

Caso em Cachoeirinha

Entre 19 e 26 de maio, o Gaeco encontrou indícios de desvio de doações em um depósito ligado a uma ONG de Cachoeirinha. A investigação apontou para uma ação criminosa com fins políticos, envolvendo três suspeitos.

Impacto das Chuvas

A Defesa Civil do RS confirmou 175 mortes causadas pelas chuvas, com 38 pessoas ainda desaparecidas. Mais de 2,38 milhões de gaúchos foram afetados pela tragédia.