Chuvas

Rio de Janeiro amplia pontos de apoio e retorna ao Estágio Operacional 3

Previsão é de melhora no tempo a partir de segunda-feira

megaloterias
Chuva contínua causa transtornos na cidade do Rio
Chuva contínua causa transtornos na cidade do Rio - Foto: Agência Brasil

A chuva forte que atingiu a Zona Norte do Rio de Janeiro na noite de sábado (13) e madrugada de domingo (14) deixou moradores desalojados e interditou a Avenida Brasil. O município voltou ao Estágio 3 às 19h deste domingo, mas ainda há pontos de atenção na região.

O que você precisa saber:

  • As chuvas mais intensas ocorreram em Anchieta, Irajá e Madureira, onde os rios Pavuna, Acari, Quitungo e Cachorros extravasaram.
  • Em Anchieta, choveu 259,2 milímetros no período de 24 horas, o que representa 40% a mais do que a média histórica para janeiro.
  • Na Avenida Brasil, a pista sentido Centro foi totalmente bloqueada na altura de Irajá, mas foi liberada no início da tarde de domingo.
  • A prefeitura disponibilizou 1.400 garis e 48 caminhões para ajudar nos trabalhos de limpeza e desobstrução das vias.

A chuva forte que atingiu a Zona Norte do Rio de Janeiro na noite de sábado (13) e madrugada de domingo (14) deixou moradores desalojados e interditou a Avenida Brasil. O município voltou ao Estágio 3 às 19h deste domingo, mas ainda há pontos de atenção na região.

As chuvas mais intensas ocorreram em Anchieta, Irajá e Madureira, onde os rios Pavuna, Acari, Quitungo e Cachorros extravasaram. Em Anchieta, choveu 259,2 milímetros no período de 24 horas, o que representa 40% a mais do que a média histórica para janeiro. Em Irajá, o pluviômetro apontou 209,2 mm/24h (também recorde histórico para o bairro); já em Madureira, a chuva atingiu 186,4mm/24h.

A Avenida Brasil, principal via de ligação entre a Zona Norte e o Centro da cidade, foi totalmente bloqueada na altura de Irajá por volta das 3h da madrugada de domingo. A pista foi liberada no início da tarde, após os trabalhos de limpeza e desobstrução das vias.

A prefeitura disponibilizou 1.400 garis e 48 caminhões para ajudar nos trabalhos de limpeza e desobstrução das vias. A Comlurb também fez uso de 144 veículos, incluindo pás mecânicas, mini pás, caminhões basculantes, caminhões compactadores e caminhões-pipa.

O município também acionou o Gabinete de Crise Avançado, que está funcionando na Pavuna, para coordenar os trabalhos de resposta às chuvas. O gabinete vai funcionar por 24h ininterruptas, até que a situação seja normalizada na região norte, a mais afetada pelas chuvas.

A Secretaria Municipal de Assistência Social realizou 555 atendimentos em pontos de apoio montados para os moradores que foram desalojados. Os atendimentos foram realizados para acolhimento, alimentação e fornecimento de colchões e cobertores.

Veja a seguir todos os pontos de apoio:

– Escola Municipal Charles Anderson Weaver;
(Rua Carlos Pachêco Ávila, S/N – Coelho Neto)

– Escola Municipal Barbosa Lima Sobrinho;
(Rua do Dique, 166 – Jardim América )

– Escola Municipal Telêmaco Gonçalves;
(Praça Ênio, S/N – Pavuna)

– Escola Municipal Herbet Moses;
(Rua Cristiano Machado, S/N – Jardim América)

– Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo;
(Rua Gen. Etchegoyen, 199 – Parque Columbia)

– Igreja Assembleia de Deus;
(Travessa Embaú, 496 – Pavuna)

– Escola Municipal Escritor e Jornalista Daniel Piza;
(Avenida Pref. Sá Lessa, 229 – Acari)

– Escola Municipal Bélgica;
(Rua Francolim, 50 – Guadalupe)

– Clínica da Família Epitácio Soares;
(Av. Chrisóstomo Pimentel de Oliveira, S/N – Pavuna)

– Igreja Pentecostal Assembléia de Deus;
(Rua Aracuã, 01 – Vaz Lobo)

– Igreja HG Church;
(Rua Luís Mario, 22 – Barros Filho)

– Escola Municipal Fábio César Pacífico;
(Estrada do Mendanha x Rua do Pavão, S/N)

– Escola Municipal República do Líbano;
(Praça Elba, 1215 – Vigário Geral)

– Lona Cultural de Anchieta;
(Estr. Mal. Alencastro, S/N – Anchieta)

– Associação de Moradores de Acari;
(Rua Piracambu, 605 – Acari).

megaloterias
megaloterias