Ordem Pública

Operação da Seop e Guarda Municipal na Rodoviária Novo Rio: Fiscalização intensiva e apreensões

Ação conjunta visa coibir práticas ilegais no transporte, resultando em infrações e remoções, além de impedir arrastão durante a operação

megaloterias
Os agentes da Seop fizeram a operação no entorno da Rodoviária Novo Rio - Prefeitura do Rio
Os agentes da Seop fizeram a operação no entorno da Rodoviária Novo Rio - Prefeitura do Rio

A Secretaria de Ordem Pública e a Guarda Municipal do Rio de Janeiro realizaram, na noite desta quinta-feira (8/2), uma operação para fiscalizar táxis, veículos de aplicativos e transporte complementar no entorno da Rodoviária Novo Rio, no Santo Cristo. Na ação, foram abordados 123 veículos com 51 infrações do Código de Trânsito Brasileiro e 11 remoções por infrações como ausência de documentação, mau estado de conservação e por trânsito ilegal na calha do VLT. Um táxi pirata foi flagrado pelos agentes e o condutor encaminhado para a 5a DP, onde foi registrada a ocorrência por exercício ilegal da profissão.

– Essa é uma operação fundamental para o ordenamento da cidade, para coibir práticas ilegais cometidas por taxistas e por motoristas de aplicativos, especialmente na porta de entrada da cidade, que é a Rodoviária, em um período como o Carnaval. Então, nós fizemos a apreensão de táxis piratas, aplicamos multas, principalmente por conta de veículos em péssimo estado de conservação. A gente tem nesse período, obviamente, uma atenção especial para a Rodoviária e para os aeroportos. As operações diárias da Seop e  da Guarda Municipal vão continuar, especialmente para combater práticas ilegais e para fazer com que o turista e o carioca possam ter uma cidade organizada e ordenada – destacou o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

Entre as remoções, um carro de aplicativo estava sem placa dianteira e seu condutor, além de não possuir carteira de habilitação, era portador de necessidades especiais e não tinha as duas pernas. O veículo, nem ao menos, possuía adaptação e o motorista dirigia o carro com auxílio de um cabo de vassoura.

Ao avistar a fiscalização, um outro veículo tentou escapar, foi seguido por policiais militares e acabou batendo em um carro durante a fuga.

GM conduz 28 pessoas para delegacia e impede arrastão

Durante a operação, guardas do Grupamento de Operações Especiais (GOE) flagraram um princípio de arrastão e conduziram 28 pessoas, sendo 25 adolescentes e três adultos, para a 4ª DP, no Centro. Os agentes foram acionados por uma vítima que teve um cordão de ouro furtado por eles. O grupo estava no ônibus da linha 472, que vai para Triagem. Os guardas entraram no ônibus e revistaram os suspeitos. O cordão não foi encontrado, mas foi achado um telefone celular na lixeira do ônibus. Os guardas conseguiram contactar a esposa do proprietário, que é um motorista de aplicativo, para resgatar o aparelho.

– Mais uma vez vemos a Guarda Municipal exercendo um papel importante no ordenamento, mas também no auxílio à segurança pública, impedindo a prática de roubos no interior de coletivo, como aconteceu ontem também. Seguiremos trabalhando nesse período de carnaval com muito afinco e com muito planejamento – complementou Carnevale

megaloterias
megaloterias