E ai Claudio Castro?

Eduardo Paes diz que criminosos cobram R$ 500 mil para liberar obras no Rio de Janeiro

Grupo criminoso exigiu R$ 500 mil e ameaçou paralisar a obra

megaloterias
Prefeito Eduardo Paes acompanha a implosão dos prédios da antiga Universidade Gama Filho. Foto: Reprodução/TV Globo
Prefeito Eduardo Paes acompanha a implosão dos prédios da antiga Universidade Gama Filho - Foto: Reprodução/TV Globo

O Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, denunciou à Polícia Federal a extorsão de uma empreiteira responsável por obras do Parque Piedade, na Zona Norte da capital.

O grupo criminoso exigiu R$ 500 mil e ameaçou paralisar a obra caso o pagamento não seja efetuado. Vale ressaltar que a Segurança Pública do Estado é de responsabilidade do Governo do Estado, ou seja, de Claudio Castro.

O que você precisa saber:

  • Prefeito do Rio denuncia extorsão a empreiteira de obras no Parque Piedade.
  • Grupo criminoso exigiu R$ 500 mil e ameaçou paralisar a obra.
  • Obras estão orçadas em R$ 65 milhões.

O prefeito Eduardo Paes usou o X (ex-Twitter) para denunciar o caso à Polícia Federal. Segundo ele, a quadrilha exigiu o pagamento de R$ 500 mil da empresa responsável pelas obras.

O secretário executivo do Ministério da Justiça, Ricardo Cappelli, afirmou que ainda não foi comunicado oficialmente sobre o caso, mas que tem recebido relatos similares de outros prefeitos do estado do Rio.

O projeto prevê a construção de áreas de lazer para moradores do bairro de Piedade, além de um centro cultural, esportivo e educacional, feito em parceria com a Fecomércio.

Paes afirmou que o valor exigido não será pago: “Obviamente não vamos aceitar”.

megaloterias
megaloterias