RJ e MG: Sistemas de Alerta Hidrológico das bacia dos rios Muriaé e Pomba entram em operação

Boletins de alerta hidrológico, com previsões do nível do rio, contemplam os municípios de Itaperuna (RJ), Cardoso Moreira (RJ), Campos dos Goytacazes (RJ), Aperibé (RJ), Santo Antônio de Pádua (RJ) e Cataguases (MG)

megaloterias
Rio Muriaé (Foto: Reprodução Italva em foco)
Rio Muriaé (Foto: Reprodução Italva em foco)

O Serviço Geológico do Brasil (SGB) iniciou na quarta-feira (1), a operação de alerta nos Sistemas de Alerta Hidrológico das bacias dos rios Muriaé e Pomba, no estado do Rio de Janeiro e em Minas Gerais. Devido ao grande volume de chuvas observado na região, o nível do rio subiu e superou a “Cota de Alerta” em estações monitoradas. O cenário disparou a emissão de boletins hidrológicos, que contemplam os municípios de Itaperuna (RJ), Cardoso Moreira (RJ), Campo dos Goytacazes (RJ), Aperibé (RJ), Santo Antônio de Pádua (RJ) e Cataguases (MG).

Esses boletins apresentam previsões de níveis das águas para as próximas horas, além de informações sobre as chuvas. Com o instrumento, o SGB informa sobre os níveis que o rio deve atingir nos municípios e possibilita antecipar cenários nas cidades localizadas nas bacias hidrográficas. Desse modo, o SGB auxilia defesas civis e órgãos municipais nas atividades de prevenção e apoio às populações afetadas por inundações.

Clique aqui para acompanhar os boletins disponíveis no Sistema de Alerta de Eventos Críticos (SACE).

Entenda as cotas

Por meio das chamadas “Cotas de Referência”, o SGB informa sobre os impactos associados aos níveis dos rios.

Cota de Atenção: possibilidade moderada de ocorrência de inundação;

Cota de Alerta: possibilidade elevada de ocorrência de inundação;

Cota de Inundação: primeiros danos podem ser observados no município;

Cota de Inundação Severa: danos severos ao município.

megaloterias
megaloterias