Desespero

Medo de ser preso faz Bolsonaro convocar ato na Paulista

Ex-presidente pede união em evento pacífico, rejeitando faixas e cartazes críticos, enquanto enfrenta investigações da PF.

megaloterias
Ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Foto: Reprodução
Ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Foto: Reprodução

O ex-presidente Jair Bolsonaro convoca apoiadores para um ato na Avenida Paulista, em São Paulo, em defesa do Estado Democrático de Direito.

No vídeo divulgado, Bolsonaro pede que os participantes vistam verde e amarelo, rejeitando faixas e cartazes críticos a qualquer pessoa.

O que você precisa saber:

  • Bolsonaro convoca ato pacífico na Avenida Paulista para o dia 25 de fevereiro.
  • Ex-presidente pede aos apoiadores que vistam verde e amarelo, sem faixas ou cartazes críticos.
  • Evento pretende abordar acusações recentes e mostrar união dos apoiadores.

A Defesa de Bolsonaro: No vídeo, Bolsonaro expressa a intenção de se defender de acusações recentes durante o evento. Ele destaca a importância da participação dos apoiadores como uma demonstração de união, preocupações e objetivos compartilhados.

Investigações da PF: Na última quinta-feira (8), Bolsonaro foi alvo de uma operação da Polícia Federal, que investiga uma suposta organização criminosa envolvida em tentativa de golpe de Estado e abolição do Estado Democrático de Direito. As acusações, se resultarem em condenação, podem acarretar pena de até 23 anos de prisão e inelegibilidade por mais de 30 anos para o ex-presidente.

megaloterias
megaloterias