Com presidente alemão, Lula trata de meio ambiente, Presidência do G20 e retomada da economia

Líder brasileiro foi recebido por Frank-Walter Steinmeier nesta manhã no Palácio Bellevue, em Berlim

megaloterias
Reunião ampliada entre presidente Lula e Frank-Walter Steinmeier (Alemanha) e autoridades dos dois governos: retomada de parcerias Foto: Ricardo Stuckert
Reunião ampliada entre presidente Lula e Frank-Walter Steinmeier (Alemanha) e autoridades dos dois governos: retomada de parcerias Foto: Ricardo Stuckert

Investimentos em infraestrutura via Novo PAC, avanços no processo de melhoria do cenário econômico brasileiro, reafirmação da prioridade à proteção ambiental e uma perspectiva de almejar protagonismo na transição energética. 

Esses foram alguns dos temas da conversa entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, na manhã desta segunda-feira, 4/12, em Berlim. A agenda bilateral faz parte da visita à Alemanha para a II Reunião de Consultas Intergovernamentais de Alto Nível.

“O Brasil voltou a ter um governo que trabalha e é referência positiva no mundo. Conversamos com o ministro Fernando Haddad (Fazenda) sobre os avanços na economia e com o ministro Rui Costa (Casa Civil) sobre investimentos no Novo PAC. Também falamos da retomada da proteção ambiental com a ministra Marina Silva (Meio Ambiente e Mudança do Clima) e com o ministro Mauro Vieira (Relações Exteriores) sobre a Presidência do Brasil no G20”, afirmou o presidente Lula, em referência ao encontro com Steinmeier, por meio de seu perfil na rede social X.

Durante o diálogo, o presidente alemão agradeceu, em nome da Alemanha e do mundo, a retomada da proteção do meio ambiente e da Amazônia com as políticas adotadas desde janeiro de 2023 pelo Governo Federal.

Lula está em Berlim para uma série de agendas de trabalho. Estão previstas cerca de duas dezenas de acordos entre os dois países, em áreas como meio ambiente, mudança do clima, desenvolvimento global, agricultura, bioeconomia, energia, saúde, ciência, tecnologia e inovação.

“Vamos reforçar nossa parceria e cooperação em muitas áreas. Estamos retomando o diálogo com os alemães que tinha sido abandonado em governos anteriores, uma das maiores e mais avançadas economias do mundo”, disse Lula.

HISTÓRICO – As Consultas de Alto Nível são o mais elevado mecanismo teuto-brasileiro, que teve sua única reunião em Brasília, em 19 e 20 de agosto de 2015. A então Chanceler Angela Merkel visitou o Brasil acompanhada de sete Ministros e cinco Vice-Ministros Federais.

A programação da comitiva brasileira teve início ainda no domingo, com um jantar de trabalho oferecido pelo Chanceler Federal Olaf Scholz. Nesta segunda, o mandatário brasileiro ainda terá reuniões com a Presidenta do Conselho Federal e Governadora do estado de Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental, Manuela Schwesig, além de reuniões com empresários e uma coletiva de imprensa.

CONTEXTO – As relações entre Brasil e Alemanha vivem momento especial em 2023. O processo de revitalização da parceria estratégica é visível nas múltiplas visitas de autoridades alemãs, no mais alto nível. Visitaram o Brasil o Presidente Steinmeier, o Chanceler Scholz e sete dos 16 Ministros alemães, incluindo-se o Vice-Chanceler Federal e Ministro de Economia e Ação Climática, Robert Habeck, e a Ministra Federal do Exterior, Annalena Baerbock. O presidente Lula e o Chanceler Federal Olaf Scholz, que presidem as Consultas de Alto Nível, terão, na capital alemã, o quinto encontro em 2023.

CENÁRIO – Segundo o Fundo Monetário Internacional, a Alemanha é hoje a 3ª maior economia do mundo. Os dois países são parceiros em comércio e investimentos, sobretudo no setor industrial. Entre janeiro e outubro de 2023, o comércio alcançou US$ 15,98 bilhões. Em 2022, a corrente de comércio ultrapassou US$ 19,07 bilhões.

A Alemanha foi a quarta maior origem de importações do Brasil no ano passado. Mais de mil empresas alemãs atuam no Brasil. Segundo dados do Banco Central, a Alemanha é a 8ª origem de investimentos diretos no Brasil, com US$ 23,73 bilhões em estoque.

Brasil e a Alemanha mantêm anualmente, desde 1974, reuniões da Comissão Mista de Cooperação Econômica. O jubileu do mecanismo, com a 50ª reunião, ocorrerá na Alemanha, em 2024. A Alemanha é a maior parceira do Brasil em cooperação técnica e financeira.

megaloterias
megaloterias