Cancelamento de Comissário Europeu Abala Acordo UE-Mercosul; Macron Expressa Oposição

Possível Fracasso: Comissário da UE desiste de viagem ao Brasil para fechar acordo comercial

megaloterias
Lula e Macron - Foto: Ricardo Stuckert
Lula e Macron - Foto: Ricardo Stuckert

O comissário do comércio da União Europeia, Valdis Dombrovskis, cancelou sua viagem ao Brasil, marcada para esta semana, visando finalizar o aguardado acordo comercial entre a UE e o Mercosul, conforme reportado pelo Financial Times.

O anúncio ocorre em meio a uma atmosfera de incerteza após o presidente francês, Emmanuel Macron, expressar oposição ao acordo durante um encontro com o ex-presidente brasileiro Lula em Dubai, onde ambos participaram da COP 28.

O que você precisa saber:

  • Cancelamento de viagem de comissário europeu abala conclusão do acordo UE-Mercosul.
  • Presidente francês, Emmanuel Macron, expressa oposição, gerando incerteza sobre o tratado.
  • Lula admite possível fracasso e destaca responsabilidade compartilhada.

Cancelamento e Expectativas Abaladas: O cancelamento da visita de Dombrovskis, prevista para a reunião do Mercosul no Rio de Janeiro, lança uma sombra sobre as expectativas de anúncio da conclusão das negociações. A incerteza se intensifica diante da recente oposição de Macron, criando uma atmosfera desafiadora para o futuro do acordo.

Oposição de Macron: Em um encontro bilateral em Dubai, Macron manifestou sua discordância em relação ao acordo UE-Mercosul. As declarações do presidente francês sugerem desafios significativos para a ratificação do tratado, desencadeando reações imediatas de líderes regionais.

Possível Fracasso e Posicionamento de Lula: Frente à oposição expressa por Macron, Lula reconheceu a possibilidade de fracasso no tratado, destacando a inexistência de falta de vontade por parte do Mercosul. O ex-presidente enfatizou que a responsabilidade compartilhada deve ser compreendida para evitar culpas infundadas.

megaloterias
megaloterias