A Voz do Povo

Brasileiros cada vez mais veem invasão do 8/1 como injustificada e culpam Bolsonaro

Pesquisa da AtlasIntel revela que 59% dos brasileiros consideram que a invasão às sedes dos Três Poderes foi completamente injustificada

megaloterias
Manifestantes golpistas destroem prédios públicos no 8 de janeiro - Marcelo Camargo/Agência Brasil
Manifestantes golpistas destroem prédios públicos no 8 de janeiro - Marcelo Camargo/Agência Brasil

Uma pesquisa divulgada pela AtlasIntel nesta segunda-feira (8), dia do aniversário de um ano dos ataques golpistas às sedes dos Três Poderes, em Brasília, revela que os brasileiros estão cada vez mais críticos da invasão.

O que você precisa saber:

  • O percentual dos brasileiros que acredita que a invasão foi completamente injustificada aumentou em 6 pontos percentuais em um ano e agora atinge 59%.
  • O percentual que declara que a invasão foi parcialmente justificada caiu quase pela metade de 28% para 15%.
  • 52% dos brasileiros consideram que o ex-presidente Jair Bolsonaro foi responsável pela invasão das sedes dos 3 poderes.
  • 52,8% acreditam que ele deveria ser responsabilizado judicialmente em decorrência dos ataques.
  • 95% dos eleitores que votaram no Lula acreditam que Jair Bolsonaro deveria ser responsabilizado pelos eventos de 8 de janeiro de 2023; em contrapartida, 94% dos eleitores do Jair Bolsonaro acreditam que ele não deveria ser responsabilizado.
  • Entre respondentes que defendem uma punição para o ex-presidente, aproximadamente metade acredita que ele deveria ser preso. Metade também acredita que ele deveria perder os direitos políticos e a possibilidade de se candidatar.
  • 42,8% dos brasileiros acreditam que as punições aos manifestantes julgados pelo STF foram exageradas.
  • Apenas 18,8% dos brasileiros citam uma tentativa de golpe de estado como principal razão da ocupação das sedes dos 3 poderes.
  • 38% dos brasileiros continuam declarando que Lula não ganhou mais votos que Jair Bolsonaro no segundo turno da eleição de 2022.
  • 80% dos brasileiros apoiam a democracia como solução para governar o país.

Principais conclusões da pesquisa:

A pesquisa da AtlasIntel revela que os brasileiros estão cada vez mais críticos da invasão do 8/1. O percentual dos que acreditam que a invasão foi completamente injustificada aumentou em 6 pontos percentuais em um ano, o que sugere que a sociedade brasileira está se tornando mais consciente dos riscos à democracia.

O ex-presidente Jair Bolsonaro é apontado como o principal responsável pela invasão por 52% dos brasileiros. Esse percentual é ainda maior entre os eleitores de Lula (95%) e menor entre os eleitores de Bolsonaro (94%).

A maioria dos brasileiros (52,8%) acredita que Bolsonaro deveria ser responsabilizado judicialmente pelos ataques. Entre os que defendem uma punição para o ex-presidente, aproximadamente metade acredita que ele deveria ser preso. Metade também acredita que ele deveria perder os direitos políticos e a possibilidade de se candidatar.

A pesquisa também revela que 42,8% dos brasileiros acreditam que as punições aos manifestantes julgados pelo STF foram exageradas.

Apenas 18,8% dos brasileiros citam uma tentativa de golpe de estado como principal razão da ocupação das sedes dos 3 poderes. Outros 34% creem que a ocupação foi motivada por fanatismo político e a polarização e outros 20,8% creem que a ocupação foi motivada por uma suposta fraude eleitoral.

38% dos brasileiros continuam declarando que Lula não ganhou mais votos que Jair Bolsonaro no segundo turno da eleição de 2022. Esse percentual é quase idêntico ao registrado pela pesquisa Atlas um ano atrás, logo depois da invasão dos 3 poderes.

80% dos brasileiros apoiam a democracia como solução para governar o país. Esse percentual é maior entre eleitores da Simone Tebet (98%), pessoas com ensino superior e pessoas com renda acima de R$5,000. Taxas menores são registradas para eleitores de Bolsonaro (72%), pessoas com renda abaixo de R$ 3,000 e residentes da região Norte.

megaloterias
megaloterias