Luto Diplomático

Henry Kissinger, ex-secretário de Estado dos EUA, morre aos 100 anos

Diplomata foi figura controversa na história das relações internacionais

megaloterias
Henry Kissinger, ex-secretário de Estado dos EUA, morre aos 100 anos
Henry Kissinger - Foto: Wikimedia Commons

Henry Kissinger, ex-secretário de Estado dos Estados Unidos, morreu nesta quarta-feira (29), aos 100 anos.

O diplomata foi uma figura controversa na história das relações internacionais, sendo conhecido por sua abordagem pragmática e por estratégias geopolíticas que geraram impactos significativos.

O que você precisa saber:

  • Henry Kissinger morreu aos 100 anos de idade.
  • Ele foi secretário de Estado dos Estados Unidos durante os governos de Richard Nixon e Gerald Ford.
  • Kissinger foi uma figura controversa na história das relações internacionais.
  • Ele foi responsável pela abertura das relações entre os EUA e a China.
  • Kissinger também foi acusado de apoiar ditaduras na América Latina.

Corpo do texto:

Kissinger nasceu na Alemanha em 1923 e fugiu do país durante a ascensão do nazismo. Ele emigrou para os Estados Unidos e se formou em Harvard, onde se tornou professor de Relações Internacionais.

Em 1969, Kissinger foi nomeado conselheiro de segurança nacional pelo presidente Richard Nixon. Ele desempenhou um papel central na política externa dos EUA durante a década de 1970, participando de negociações com a União Soviética, a China e o Vietnã.

Kissinger foi fundamental para a abertura das relações entre os EUA e a China. Ele também ajudou a negociar o fim da Guerra do Vietnã, embora tenha sido criticado por seus métodos, que incluíam bombardeios indiscriminados e o uso de armas químicas.

Kissinger deixou o governo em 1977, mas continuou a ser uma figura influente na política internacional. Ele foi premiado com o Nobel da Paz em 1973, mas a premiação foi controversa devido à sua associação com a Guerra do Vietnã

megaloterias
megaloterias