Tem que assumir

Nikolas Ferreira enfrenta pedido de inquérito por chamar Lula de ladrão

A Polícia Federal solicita investigação contra o parlamentar por suposto crime de injúria após suas palavras contundentes na Cúpula Transatlântica da ONU

megaloterias
Nikolas Ferreira (PL-MG) durante discurso na ONU. Foto: reprodução
Nikolas Ferreira (PL-MG) durante discurso na ONU. Foto: reprodução

A Polícia Federal encaminhou ao Supremo Tribunal Federal (STF) um pedido de abertura de inquérito contra o deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG), fundamentado em seu discurso inflamado durante a Cúpula Transatlântica da ONU em novembro de 2023. Ao referir-se ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva como “um ladrão que deveria estar na prisão”, o parlamentar despertou indagações sobre possíveis crimes de injúria.

O que você precisa saber:

  • Pedido de Inquérito: A PF requer investigação contra Nikolas Ferreira por crime de injúria devido às suas declarações contundentes na Cúpula Transatlântica da ONU.

Possível Crime de Injúria:

Fala Ofensiva: A citação de Lula como “um ladrão” durante o evento da ONU levanta questões legais, sendo classificada pelo Ministério da Justiça como um “discurso ofensivo à honra”.

Nikolas Ferreira na Cúpula Transatlântica:

Contexto do Discurso: O deputado, designado como “liderança jovem”, utilizou a plataforma da ONU para criticar Lula, Greta Thunberg e Leonardo DiCaprio, utilizando uma frase de Olavo de Carvalho.

Presidente Lula Reage:

Encaminhamento ao Ministério da Justiça: Após a fala controversa, Lula enviou o vídeo do discurso ao Ministério da Justiça, solicitando investigação contra o parlamentar por possível crime de injúria.

Ataques ao STF:

Críticas Ampliadas: Além das críticas a Lula, Nikolas Ferreira também atacou o STF, acusando ministros de traição ao povo brasileiro durante seu discurso na ONU.

Desdobramentos e Aguardo do STF:

Análise de Fachin: O pedido de investigação agora está nas mãos do ministro Luiz Fachin, que analisará a solicitação da PF para a abertura do inquérito

megaloterias
megaloterias