Injúria

Bolsonaro e Janones são notificados para audiência no STF

Ex-presidente acusa deputado de calúnia e injúria

megaloterias
Bolsonaro e Janones são notificados para audiência de conciliação no STF
Foto: Reprodução

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), notificou o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e o deputado federal André Janones (Avante-MG) para se pronunciarem, em um prazo de 20 dias, sobre o interesse em participar de uma audiência de conciliação em um processo no qual Janones é acusado de calúnia e injúria contra o ex-presidente.

O que você precisa saber:

  • Bolsonaro e Janones foram notificados para audiência de conciliação no STF.
  • Bolsonaro acusa Janones de calúnia e injúria.
  • As acusações são baseadas em publicações feitas por Janones nas redes sociais.

A proposta de realização de uma audiência de conciliação havia sido apresentada pela Procuradoria-Geral da República em dezembro.

A ação criminal foi movida por Bolsonaro contra o parlamentar no STF, acusando-o de calúnia e injúria após Janones publicar, entre março e abril do ano passado, três postagens em seu perfil oficial no X, nas quais se refere ao ex-presidente como “assassino”, “ladrãozinho de joias” e “miliciano ladrão de joias”.

As publicações ocorreram em março e abril de 2023, no período que antecedeu e sucedeu o depoimento de Bolsonaro em um inquérito na Polícia Federal, no qual ele é investigado por suspeita de desviar presentes recebidos durante seu mandato. No entanto, Janones não menciona explicitamente o nome de Bolsonaro.

megaloterias
megaloterias