TOP

Gisele Bündchen revela crises de pânico e hábitos pouco saudáveis

Modelo brasileira mudou de vida após problemas de saúde

megaloterias
Gisele Bündchen - Foto: Reprodução
Gisele Bündchen - Foto: Reprodução

Gisele Bündchen, a top model brasileira mais bem-sucedida da história, revelou que enfrentou crises de pânico e manteve hábitos pouco saudáveis durante seus 20 e poucos anos.

O que você precisa saber:

  • Gisele Bündchen enfrentou crises de pânico durante seus 20 e poucos anos.
  • A modelo atribuiu os problemas de saúde a hábitos pouco saudáveis, como dieta inadequada e rotina exaustiva.
  • Gisele buscou ajuda médica e mudou sua dieta, eliminando álcool, cafeína, açúcar e glúten.

Em entrevista à Harper’s Bazaar, Gisele Bündchen contou que, durante seu auge profissional, trabalhava em Nova York, chegando a uma média de 350 dias por ano sem folgas. A rotina exaustiva, aliada a uma dieta composta por frappuccinos, pizza e vinhos, e ao hábito de fumar constantemente, impactaram negativamente seu bem-estar.

“Eu experimentava aceleração cardíaca e sudorese ao entrar em elevadores, aviões e espaços fechados”, disse a modelo. “Eu estava com medo de ficar sozinha, de sair do meu apartamento.”

Gisele buscou ajuda médica e, seguindo orientações de um osteopata, implementou mudanças significativas em sua dieta. Ela eliminou álcool, cafeína, açúcar e glúten, e passou a consumir alimentos frescos e orgânicos.

“Minha saúde é a coisa mais importante para mim”, disse. “Eu quero viver o máximo possível e me sentindo da melhor maneira, mas para ter isso no futuro eu preciso começar agora.”

megaloterias
megaloterias