Beleza

Como ter um corpão de rainha de bateria como Viviane Araújo e Sabrina Sato?

Médico cirurgião especialista em corpos esculpidos, explica os principais procedimentos realizados pelas beldades das escolas de samba

megaloterias
Viviane Araújo - Reprodução Redes Sociais
Viviane Araújo - Reprodução Redes Sociais

O carnaval vem aí, mas muito antes dele sequer se aproximar, quem quer se destacar na multidão como fazem dois ícones da folia: Viviane Araújo e Sabrina Sato, quem quer ver e ser visto, precisa se preparar e muitas vezes só a alimentação regrada e um estilo de vida mais saudável, não dão conta, não.

É o que explica o cirurgião plástico Ícaro Samuel, que tem o maior canal no YouTube sobre a especialidade no Brasil.

“Entre os principais procedimentos que essas mulheres lindas realizam para mostrar o corpão na avenida, eu destacaria a prótese de silicone, claro, e a lipo, que pode ser a convencional, só para tirar as gordurinhas indesejáveis, ou a Lipo HD, que promove um corpo mais atlético. Tem também a lipoenxertia, que injeta a gordura retirada de uma área do corpo em outra, como nas próprias mamas ou nos glúteos, fica lindo, esse é um grande avanço da medicina que vem sendo cada vez mais utilizado”, diz.

Sobre a prótese de silicone – que fazendo a analogia com o Carnaval, seria a comissão de frente das rainhas de bateria – Ícaro é especialista na técnica R24R, que permite que a paciente tenha alta hospitalar 3 horas após a realização do procedimento, podendo retomar suas atividades no dia seguinte, inclusive dirigir e pegar peso até 15 kg. 

Sabrina Sato - Reprodução Instagram
Sabrina Sato – Reprodução Instagram

A técnica está recomendada para pacientes que desejam aumentar as mamas, mas não têm uma flacidez importante ou não necessitam a retirada de pele e ainda para quem não possui outra prótese, ou seja, a R24R é só para quem não tem silicone, não serve para troca.  

A lipoaspiração convencional é bastante conhecida e está entre os procedimentos mais realizados no Brasil, enquanto a Lipo HD é considerada uma evolução dela, pois além de remover a gordura localizada, o corpo da paciente é “esculpido” durante o processo. 

“A Lipo HD é baseada em estudos de anatomia corporal avançados, a técnica busca realçar a musculatura de maneira artística, emulsificando a gordura, lipoaspirando de forma pontual e colando a pele no músculo para reduzir a flacidez e estimular o colágeno. É recomendada para aquelas pessoas que buscam pela definição, pela barriga de tanquinho, mas que não conseguem esse resultado apenas malhando”, explica o médico que é referência no Brasil e no exterior.

Já a lipoenxertia começa com a lipoaspiração tradicional: a gordura é retirada do paciente e após um processo de decantação e preparação, ela é enxertada em outra área do corpo, como peito, braços, costas e glúteos. Importante ressaltar que parte dessa gordura enxertada é reabsorvida pelo organismo – cerca de 20 a 30% do total. 

A performance de uma rainha de bateria não conta ponto para a escola, não é um quesito que vai ser avaliado como mestre-sala e porta-bandeira ou a própria bateria. Já a fantasia, todo o seu empenho e o brilho que irradia, esses, sim, quanto mais belos e trabalhados, melhor, afinal não é qualquer uma que representa o coração de uma escola de samba

megaloterias
megaloterias