Sorte

Como a inteligência de dados aumenta chances de ganhar na loteria

Além da praticidade e segurança, as apostas online contam com benefícios da tecnologia aplicada a estratégias e filtros que elevam a probabilidade de acertar as dezenas sorteadas

megaloterias
Como ganhar na Loteria
Foto: Reprodução

Fazer apostas online é uma atividade cada vez mais intensa entre  os brasileiros. Só no segmento das bets esportivas, o valor colocado em jogos ultrapassou os R$ 50 bilhões em 2023, conforme estimativas baseadas em informações do Banco Central. As bets estão popularizando esse tipo de entretenimento que, na verdade, já existe há pelo menos 20 anos no país. Empresas de intermediação lotérica como a Sorte Online, que  disponibilizam tecnologia e uma experiência digital para fazer uma fezinha, oferecem esse tipo de serviço há muito tempo, permitindo que os apostadores joguem nas mais tradicionais loterias federais, que é a mais antiga do Brasil, lançada em 1962 – de forma virtual.

Além da praticidade, agilidade e comodidade que o jogo online oferece, há também algumas vantagens agregadas pela inteligência de dados aplicada às apostas. Isso é, sem fila nem necessidade de deslocamento, podendo apostar mesmo fora do horário comercial, é possível aumentar as chances de ganhar. “Com a inteligência de dados, um dos nossos grandes diferenciais, podemos criar bolões combinando estratégias como fechamento e desdobramento para aumentar exponencialmente as chances de ganhar.  Nosso sistema permite, por exemplo, elaborar uma aposta com fechamento de quadra, em que  um determinado número de dezenas é escolhido e combinações são feitas de modo que, se as 6 dezenas sorteadas estiverem entre as dezenas escolhidas, haverá garantia de acerto de pelo menos uma quadra. Por exemplo, se um jogador escolher 10 números e aplicar um fechamento de quadra, ele terá a possibilidade de acertar 4 números caso os 6 sorteados estejam entre os 10 escolhidos”, explica Ricardo Hahne, Gerente de Inteligência Comercial da Sorte Online.

Outro recurso é a eliminação de combinações improváveis de sair nos resultados, como uma sequência de 1,2,3,4, 5 e 6, possibilita que combinemos dezenas mais sorteadas com números aleatórios, ou a eliminação de repetições ou números mais atrasados. É um sistema amplo que utiliza uma base de dados que leva em consideração todo o histórico de sorteios e resultados das loterias. “Temos ferramentas para criação de combinações e análises de estatísticas que foram desenvolvidas pelo nosso time são de uso exclusivo da Sorte Online. Elas são determinantes para a criação dos jogos, pois permitem análises dos resultados, das estatísticas, probabilidades decorrentes das combinações e também a aplicação de filtros, que podem eliminar repetições, sequências pouco prováveis, etc.”, afirma.

Um exemplo é o sistema de probabilidade empírica, utilizado desde 2020, nos concursos da Lotofácil da Independência. Este recurso analisa todos os resultados da história da Lotofácil para encontrar as combinações mais sorteadas. Com isso, são criados bolões com estas combinações premiadas e, a elas, são unidas as estratégias de desdobramento e fechamento, aumentando muito mais as chances de ganhar.  O sucesso desta ferramenta de inteligência de dados é comprovado pela conquista do prêmio principal da Lotofácil da Independência nos sorteios de 2020, 2021, 2022 e 2024. Ou seja, desde que passou a ser aplicada esta análise empírica, a plataforma garantiu o valor máximo deste concurso especial. 

A taxa de aumento da probabilidade de acerto varia de acordo com a estratégia adotada na aposta. Por exemplo, em um dos bolões da Mega da Virada (MS-PKB-002) realizados pela Sorte Online, foram combinadas todas as 60 dezenas com fechamento de Quadra, totalizando 10.375 apostas, garantindo o prêmio de quadra  e aumentando a chance de ganhar o valor principal para 1 em 10.375 vezes – sendo que, numa aposta simples de 6 dezenas, a chance é de 1 em 50.063.860. 

Já no bolão MS-NQB-002, a chances de ganhar foram de 1 em 17.050, pois o jogo foi elaborado com 5 volantes com 20 dezenas fechando Quina para o acerto de 5 delas, mais 100 cartões de 08 dezenas cada, que oferecem premiação multiplicada, totalizando 14.350 apostas.  

“No primeiro bolão, aumentamos em 4,8 mil as probabilidades de ganhar, enquanto, neste segundo bolão, potencializamos em 2,9 mil vezes as chances de faturar o prêmio principal. Ou seja, o aumento de chances decorrente do uso da nossa inteligência de dados vai sempre depender da estratégia que adotamos na aposta. Essa junção será determinante para que o apostador concorra com melhores oportunidades”, conclui Hahne.

megaloterias
megaloterias