Luto

Zagallo morre aos 92 anos no Rio de Janeiro

Zagallo: o único campeão mundial como jogador, técnico e coordenador técnico

megaloterias
Zagallo - Foto: Reprodução/ Lucas Figueiredo/ CBF
Zagallo - Foto: Reprodução/ Lucas Figueiredo/ CBF

O mundo do futebol se despediu nesta sexta-feira (22) de Mario Jorge Lobo Zagallo, o “eterno campeão”. O ex-jogador, técnico e coordenador técnico da Seleção Brasileira morreu aos 92 anos, no Rio de Janeiro.

Seção de destaque:

  • Zagallo foi o único jogador a participar de quatro Copas do Mundo (1958, 1962, 1966 e 1970), sendo campeão em duas delas (1958 e 1970).
  • Como técnico, comandou o Brasil na conquista do tricampeonato mundial em 1970, além de chegar à final em 1998.
  • Também foi coordenador técnico da Seleção na conquista do tetracampeonato em 1994.

Nascido em Maceió, Alagoas, em 9 de agosto de 1931, Zagallo começou a carreira no América-RJ, onde se destacou como ponta-esquerda. Em 1953, foi contratado pelo Flamengo, onde conquistou o tricampeonato carioca (1953-54-55).

Em 1958, foi convocado para a Seleção Brasileira para a Copa do Mundo da Suécia. No time comandado por Vicente Feola, Zagallo foi um dos destaques da campanha vitoriosa, marcando um gol na final contra a Suécia.

Após a Copa, Zagallo foi contratado pelo Botafogo, onde formou um dos maiores ataques da história do futebol brasileiro, ao lado de Garrincha, Didi, Quarentinha e Amarildo. Com a camisa alvinegra, conquistou o bicampeonato carioca (1961-62) e o Campeonato Brasileiro (1968).

Em 1967, Zagallo assumiu o comando técnico do Botafogo, onde conquistou o bicampeonato carioca (1967-68) e a Taça Brasil (1968).

Em 1970, Zagallo foi escolhido para substituir João Saldanha no comando da Seleção Brasileira. Sob sua batuta, o Brasil conquistou o tricampeonato mundial, derrotando a Itália na final.

Após a Copa do Mundo, Zagallo treinou o Fluminense, o Flamengo, o Botafogo, o Al Hilal (Arábia Saudita), o Kuwait, a Arábia Saudita, o Vasco, o Bangu e os Emirados Árabes Unidos.

Em 1991, Zagallo foi contratado pela CBF para ser coordenador técnico da Seleção Brasileira. Na Copa do Mundo de 1994, o Brasil conquistou o tetracampeonato mundial, com Zagallo como um dos principais responsáveis pelo sucesso.

Em 1998, Zagallo foi o técnico da Seleção Brasileira na Copa do Mundo da França. O Brasil chegou à final, mas foi derrotado pela França.

Zagallo foi um dos maiores nomes da história do futebol brasileiro. Um jogador vitorioso, um técnico competente e um coordenador técnico visionário. Ele deixa um legado de conquistas e polêmicas, mas, acima de tudo, uma história de amor pelo futebol.

megaloterias
megaloterias