VEXAME

Brasil faz vergonha e está fora das Olimpíadas: Parabéns CBF!

A seleção brasileira, bicampeã, enfrenta a frustração ao não garantir vaga nos Jogos Olímpicos de Paris-2024.

megaloterias
Endrick em partida do Brasil contra a Argentina – Joilson Marconne/CBF
Endrick em partida do Brasil contra a Argentina – Joilson Marconne/CBF

O futebol brasileiro sofre um golpe ao não se classificar para Paris-2024, com a derrota para a Argentina no Pré-Olímpico de Caracas, Venezuela.


O que você precisa saber:

  1. Fracasso no Pré-Olímpico: A seleção brasileira, sob comando de Ramon Menezes, não assegura vaga em Paris-2024 após derrota crucial para a Argentina por 1 a 0 no Pré-Olímpico de Caracas.
  2. Tática Questionável: Menezes enfrenta críticas por falta de consistência na formação titular e escolhas cautelosas, deixando peças-chave no banco em jogo decisivo.
  3. Pressão por Vitória: O Brasil precisava vencer para garantir a vaga, mas adotou uma postura defensiva, focando em roubadas de bola e passes rápidos, enquanto a Argentina buscava os três pontos.

Estratégias de Menezes:

Formação Variável: Menezes optou por alterações frequentes na formação, surpreendendo ao deixar Gabriel Pec e John Kennedy no banco em um jogo crucial.

Foco Defensivo: Apesar da intenção de explorar contra-ataques, o Brasil adotou uma abordagem defensiva, apostando em passes rápidos para Endrick na frente.


Jogo Decisivo e Alerta:

Oportunidades Perdidas: Apesar de oportunidades no início, o Brasil falhou em converter jogadas, enquanto uma cobrança de falta da Argentina acertando a trave serviu como alerta.

Mudanças no Segundo Tempo: Menezes introduziu John Kennedy e Gabriel Pec no segundo tempo, buscando uma reviravolta que quase aconteceu, mas a Argentina marcou aos 32 minutos

megaloterias
megaloterias