"Quero encerrar minha carreira no Corinthians", afirma Emerson Sheik no De Frente Com Gabi

Marília Gabriela entrevistao jogador Emerson Sheik. O atacante do Corinthians vem ao programa para falar como conseguiu deixar para trás uma infância de fome

megaloterias
Emerson Sheik e Marília Gabriela | Foto: Carol Soares/SBT
Emerson Sheik e Marília Gabriela | Foto: Carol Soares/SBT

Neste domingo21 de abrilMarília Gabriela entrevistao jogador Emerson Sheik. O atacante do Corinthians vem ao programa para falar como conseguiu deixar para trás uma infância de fome e medo para ganhar fortunas e se transformar em ídolo de várias torcidas no Brasil e no mundo. Emerson falará ainda sobre as polêmicas que envolvem seu nome, como falsificação de identidade e a importação ilegal de carros de luxo, e sobre futebol, claro.

Confira as melhores frases da entrevista:

  • Não tem uma estrela (no time), eu tive afelicidade de marcar os gols. Se não fosse o Emerson, outro marcaria.
  • Ele é gente boníssima e um excelente profissional.Tem espaço para todo mundo jogar. (sobre a chegada de Alexandre Pato aotime)
  • Tenho uma afinidade muito grande com a torcida(do Corinthians) como não tive em nenhum outro time.
  • Quero encerrar minha carreira no Corinthians.
  • É uma torcida que te apóia os 90 minutos,mas também sabe cobrar. (sobre a torcida corintiana)
  • Acho que ele gosta, sim, do meu futebol.(sobre Felipão)
  • Quando parar de jogar futebol quero fazerum projeto bacana para as crianças de Nova Iguaçu.
  • Sou um pouco perseguido (pela imprensa).
  • Não me considero um bad boy, sou um caraque fala o que pensa.


O “De frente com Gabi” vai ao ar domingo, à meia-noite, logoapós o “Progama Silvio Santos”

 

megaloterias
megaloterias