EAV Parque Lage abre matrículas para os cursos de férias 2023

Escola de Artes Visuais do Parque Lage divulga relação dos cursos de férias nos formatos presencial e on-line

megaloterias

A Escola de Artes Visuais do Parque Lage (EAV) – que ocupa a maior floresta urbana do mundo, na Zona Sul do Rio – abre matrículas para os tradicionais cursos de férias de verão, ministrados durante os meses de janeiro e fevereiro. Com início no dia 09 de janeiro, são ao todo 19 opções, a partir de R$ 340, direcionadas a adultos, jovens e crianças, sendo nove on-line e dez presenciais, com duração de uma a quatro semanas.

“Em mais de quatro décadas de experimentação e cotidiana no ensino, a EAV Parque Lage reafirma sua relevância como uma das principais escolas de arte do país e da América Latina, na formação de novos artistas e novos públicos, contribuindo de maneira singular com a arte contemporânea brasileira”, analisa Alberto Saraiva, diretor da instituição.

Nesta temporada, a EAV oferece novos cursos, como o laboratório internacional sobre Gianguido Bonfanti: ‘Anatomia de uma exposição, com Giacomo Pirazzoli (professor da Universidade de Florença, na Itália), em comemoração aos 45 anos de ensino do decano da escola. A partir de uma exposição na sede histórica da  Cavalariça, o recorte da exposição será uma reflexão aberta, ampla e plural sobre o ensino do desenho e da pintura por Bonfanti, que ministra cursos no Parque Lage desde 1978, e o trabalho dele no atelier. O laboratório terá participação especial de professores, curadores, produtores, críticos de arte e ex-estudantes de Bonfanti que atuam como artistas, visando montar um processo compartilhado até a produção e o educativo.

A grade completa desse e de outros cursos está disponível no site institucional da EAV (eavparquelage.rj.gov.br) e a matrícula pode ser realizada online a partir de 1º de dezembro, através de link disponibilizado no site.

A direção informa que o formato híbrido não será praticado, ou seja, todos os cursos seguirão o mesmo modelo do início ao fim, sendo integralmente presencial ou digital. As aulas on-line acontecerão ao vivo, por meio de videoconferência, privilegiando a interação entre professor e turma.

Confira alguns cursos:

>> CORPO E TERRA, EXPERIMENTAÇÕES ENTRE A ARTE E O BARRO (PRESENCIAL)

Professora: Fábia Schnoor

De 11 de janeiro a 01 de fevereiro. Quartas, de 13h30 às 15h30. R$ 380

O curso convida os participantes a experimentarem a terra a partir de seus corpos. gestos, pesos, ações, reações, memórias, sons, formas, repetições, variações e a experimentarem o torno de oleiro. A cada aula são oferecidas diferentes abordagens e técnicas para explorar a matéria e o material.

>> PANORAMA BRASILIS (ONLINE)

Professor: Marcelo Rocha

De 09 de janeiro a 13 de fevereiro. Segundas, de 19h30 às 21h30. R$ 570

O objetivo do curso é apresentar a contribuição da arte dos povos originários à produção artística nacional, assim como a produção das vanguardas urbanas do século XX, abordando obras, artistas e conceitos decisivos para a compreensão da arte dos séculos XX e XXI no Brasil.

>> CAMINHAR: PRÁTICA ESTÉTICA, POLÍTICA E… (PRESENCIAL)

Professor: Lucas Icó

Dias 07, 09 e 14 de fevereiro. Terças e quintas, de 15h às 18h. R$ 380

O curso busca proporcionar, a partir de narrativas, representações visuais, sensibilidades e posicionamentos políticos, um ambiente de investigação do caminhar como prática estético-política, expressiva e inventiva. Será abordado o caminhar como modo de localizar-se, relacionar-se e de apresentar ou representar a relação com o lugar.

>> DO DESENHO À TIRAGEM (PRESENCIAL)

Professores: Luciane Chio e Gabriel Vieira

De 12 de janeiro a 16 de fevereiro. Quintas, de 14h às 17h. R$ 410

O objetivo do curso é acompanhar o desenvolvimento desde o desenho inicial do aluno até a tiragem de três provas de sua gravura. Tendo como base o planejamento compositivo, orientar cada cursista quanto ao melhor aproveitamento gráfico de seu trabalho dentro de suas características autorais e de aspectos técnicos específicos da produção da gravura em metal, utilizando diferentes formatos de matrizes e explorando possíveis métodos de intervenção nas superfícies. Apresentar soluções de registro e manipulação de imagem – seja por interferência química ou física, bem como demonstrar as possibilidades próprias dos processos de impressão. É orientado para artistas iniciantes ou com experiência em gravura.

>> FOTOFILMES: UMA LINGUAGEM EXPERIMENTAL (ONLINE)

Professora: Claudia Tavares

De 12 de janeiro a 02 de fevereiro. Quintas, de 16h às 18h. R$ 380

O curso apresenta os fotofilmes, que unem a linguagem estática da fotografia com a fluidez da montagem cinematográfica, transformando trabalhos fotográficos em pequenos filmes. Esse modo de apresentação traz a montagem como elemento potencial da expressão artística, adicionando outras camadas, tais como, narrações, sonorizações, cortes, transições e ritmo para as imagens. Os fotofilmes ampliam as possibilidades narrativas e de circulação da apresentação de um trabalho visual autoral.

Sobre a EAV Parque Lage

A Escola de Artes Visuais foi criada em 1975, pelo artista Rubens Gerchman, para substituir o Instituto de Belas Artes (IBA). Seu surgimento acontece em plena Guerra Fria na América Latina, durante o período de forte censura e repressão militar no Brasil. A EAV afirma-se historicamente por seu caráter de vanguarda, como marco da não conformidade às fronteiras e categorias, e propõe regularmente perguntas à sociedade por meio da valorização do pensamento artístico.

A EAV Parque Lage está voltada prioritariamente para o campo das artes visuais contemporâneas, com ênfase em seus aspectos interdisciplinares e transversais. Abrange também outros campos de expressão artística (música, dança, cinema, teatro), assim como a literária, vistos em suas relações com a visualidade. As atividades da EAV contemplam tanto as práticas artísticas como seus fundamentos conceituais.

A EAV configura-se como centro educacional aberto de formação de artistas e profissionais do campo da arte contemporânea. Como referência nacional, com uma consistente imagem no meio da arte, busca criar mecanismos internos e linhas de atuação externa que permitam um diálogo produtivo com a cidade e com os circuitos de arte nacional e internacional. A instituição integra a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do estado do Rio de Janeiro.

Alguns exemplos marcantes da história do Parque Lage são a utilização do palacete como sede do governo da cidade de Alecrim, em Terra em Transe, dirigido por Glauber Rocha em 1967; e a exposição “Como Vai Você, Geração 80?”, que reuniu 123 jovens artistas de diferentes tendências numa mostra que celebrava a liberdade e o fim do regime militar. O palacete em estilo eclético também foi palco de “Sonhos de uma noite de verão”, clássico shakespeariano, e serviu como locação para Macunaíma, de Joaquim Pedro de Andrade.

SERVIÇO:

Cursos de Férias 2023 | EAV Parque Lage

09 de janeiro a 18 de fevereiro

Rua Jardim Botânico, 414 – Rio de Janeiro

Website: http://eavparquelage.rj.gov.br/ 

Instagram: @parquelage

Whatsapp: (21) 99228-7955 – Secretaria 1

                  (21) 96654-3179 – Secretaria 2

Matrículas: http://eavparquelage.rj.gov.br/cursos 

megaloterias
megaloterias