Assustador

Mostra inédita e gratuita de Val Lewton leva terror às telas do CCBB Rio de Janeiro

Mostra acontece de De 02 de fevereiro a 09 de março de 2024

megaloterias
Mostra inédita e gratuita de um dos produtores mais influentes do cinema leva terror às telas do Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro
DIVULGAÇÃO

É Carnaval no Rio de Janeiro, mas o CCBB também tem programação para quem quer fugir ou dar um tempo na folia. No dia 02 de fevereiro de 2024, começa a mostra “O Homem nas Sombras: Val Lewton”, uma retrospectiva dos clássicos do cinema de horror psicológico da RKO Radio Pictures na década de 1940, estúdio responsável por filmes como King Kong (1933) e Cidadão Kane (1941).

Val Lewton, reconhecido como um dos produtores mais influentes na história do cinema de terror, ganhou também destaque por criar um estilo que se concentrava mais na sugestão do que na exibição explícita de violência. Seus filmes, em vez de mostrar monstros e criaturas sobrenaturais, sugerem o terror através de sombras, sons e insinuações, deixando a imaginação do espectador preencher as lacunas, tratando de temas como paranoia, loucura, solidão e morte de maneira sutil e sugestiva.

Notáveis diretores, como Jacques Tourneur, Mark Robson e Robert Wise, assinaram a direção de algumas das principais obras desse ciclo. Filmes como “Sangue de Pantera” (1942), um sucesso de bilheteria que salvou a RKO da falência, “A Morta-Viva” (1942), “O Homem-Leopardo” (1943), “A Sétima Vítima” (1943), “O Navio Fantasma” (1943), “A Maldição do Sangue da Pantera” (1944), “Ilha dos Mortos” (1945) e “O Túmulo Vazio” (1945) são cultuados até hoje como clássicos do cinema e poderão ser vistos por cinéfilos e curiosos na tela grande.

A sessão de abertura da mostra acontecerá em 02 de fevereiro, às 18h30, com exibição do filme Sangue de Pantera. Antes do filme, Rodrigo Carreiro, professor do Programa de Pós-graduação em Comunicação e do bacharelado em Cinema e Audiovisual da Universidade Federal de Pernambuco, faz participação especial, apresentando e comentando a mostra. Rodrigo falará sobre a carreira de Val Lewton e sua importância para o desenvolvimento do gênero do horror no cinema.

Os ingressos para as sessões da mostra são gratuitos e podem ser retirados na bilheteria física ou no site do CCBB [bb.com.br/cultura], a partir das 9h do dia da sessão.

Sobre o CCBB RJ

Inaugurado em 12 de outubro de 1989, o CCBB está instalado em um edifício histórico, projetado pelo arquiteto do Império, Francisco Joaquim Bethencourt da Silva. Marco da revitalização do centro histórico do Rio de Janeiro, o Centro Cultural mantém uma programação plural, regular e acessível, nas áreas de artes visuais, artes cênicas, cinema, música e pensamento. Em 34 anos de atuação, foram mais de 2.500 projetos oferecidos aos mais de 50 milhões de visitantes. Desde 2011, o CCBB incluiu o Brasil no ranking anual do jornal britânico The Art Newspaper, projetando o Rio de Janeiro entre as cidades com as mostras de arte mais visitadas do mundo. O prédio dispõe de 3 teatros, 2 salas de cinema, cerca de 2 mil metros quadrados de espaços expositivos, auditórios, salas multiuso e biblioteca com mais de 200 mil exemplares. Os visitantes contam ainda com restaurantes, cafeterias e loja, serviços com descontos exclusivos para clientes Banco do Brasil. O Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro funciona de quarta a segunda, das 9h às 20h, e fecha às terças-feiras. Aos domingos, das 8h às 9h, o prédio e as exposições abrem em horário de atendimento exclusivo para visitação de pessoas com deficiências intelectuais e/ou mentais e seus acompanhantes.

PROGRAMAÇÃO CCBB RJ

Disponível também no sitebb.com.br/cultura

02/02 (sexta):

18h30 – SANGUE DE PANTERA

Sessão de abertura apresentada por Rodrigo Carreiro (participação virtual)

Rodrigo Carreiro é professor do Programa de Pós-graduação em Comunicação e do bacharelado em Cinema e Audiovisual da Universidade Federal de Pernambuco. Sua pesquisa é principalmente sobre o som cinematográfico e sobre os gêneros, sobretudo o horror. Rodrigo já lançou alguns livros, dentre eles “Era uma vez no spaghetti western: o estilo de Sergio Leone” (2014), “A pós-produção de som no audiovisual brasileiro” (2019), e organizou o livro-texto “O som do filme: uma introdução” (2018).

03/02 (sábado):

18h30 – A MORTA-VIVA

04/02 (domingo):

18h30 – O HOMEM-LEOPARDO

16/02 (sexta):

18h30 – A SÉTIMA VÍTIMA

17/02 (sábado):

18h30 – O FANTASMA DOS MARES

18/02 (domingo):

18h30 – A MALDIÇÃO DO SANGUE DA PANTERA

22/02 (quinta):

18h30 – O TÚMULO VAZIO

23/02 (sexta):

18h30 – A ILHA DOS MORTOS

24/02 (sábado):

18h30 – ASILO SINISTRO

25/02 (domingo):

18h30 – SANGUE DE PANTERA

29/02 (quinta):

18h30 – A MORTA-VIVA

01/03 (sexta):

18h30 – O HOMEM-LEOPARDO

02/03 (sábado):

18h30 – A SÉTIMA VÍTIMA

03/03 (domingo):

18h30 – O FANTASMA DOS MARES

06/03 (quinta):

18h30 – A MALDIÇÃO DO SANGUE DA PANTERA

07/03 (sexta):

18h30 – O TÚMULO VAZIO

08/03 (sábado):

18h30 – A ILHA DOS MORTOS

09/03 (domingo):

18h30 – ASILO SINISTRO

SINOPSES

Sangue de Pantera (1942, EUA, 78 min., 14 anos)

Direção: Jacques Tourneur

02/02 (sexta), às 18h30

25/02 (domingo), às 18h30

Irena Dubrovna (Simone Simon) é uma bela e misteriosa jovem sérvia, que vai trabalhar em Nova York como designer de modas e se casa com Oliver Reed (Ken Smith). Irene vive obcecada pela ideia de ser vítima de uma maldição, pois descenderia de uma raça de mulheres-felinas que, quando estão emocionalmente excitadas, se transformam em panteras assassinas. Seu temor mostra ter fundamento ao sentir ciúmes de Alice Moore (Jane Randolph), que está íntima de Oliver. Ela tenta convencer o marido que se transformará em uma pantera, sendo que ele a manda para Louis Judd (Tom Conway), um psiquiatra para avaliar o problema da sua mulher, sem imaginar realmente o que está acontecendo.

A Morta-Viva (1943, EUA, 74 min., 14 anos)

Direção: Jacques Tourner

03/02 (sábado), às 18h30

Betsey Connell (Frances Dee) é uma jovem enfermeira canadense contratada para cuidar de Jessica Holland (Christine Gordon), a mulher de um poderoso fazendeiro das Índias Ocidentais. Ela pensa que a esposa do seu patrão sofre de um tipo de paralisia mental resultante de uma febre tropical, já que ela costuma vagar pela torre da casa sem falar nada. Para tentar ajudar a moça ela vai recorrer a um costume africano da ilha caribenha: O vodu.

O Homem-Leopardo (1943, EUA, 71 min., 14 anos)

Direção: Jacques Tourner

04/02 (domingo), às 18h30

01/03 (sexta), às 18h30

Performer de um nightclub na pequena cidade do Novo México, Kiki Taylor, encorajada pelo gerente, inclui na sua atuação um leopardo como estratégia publicitária, mas o animal foge devido ao barulho e às luzes do clube e passado alguns dias surgem cadáveres mutilados na vila.

A Sétima Vítima (1943, EUA, 76 min., 14 anos)

Direção: Mark Robson

16/02 (sexta), às 18h30

02/03 (sábado), às 18h30

Mary Gibson (Kim Hunter) é uma ingênua órfã que decide ir à Manhattan em busca da sua irmã mais velha Jacqueline (Jean Brooks). Ao encontrá-la, Mary descobre que ela entrou para uma seita satânica, e que as pessoas da seita querem levá-la a cometer suicídio com o argumento de que ela traiu o grupo de adoradores do diabo. Assim, Jacqueline terá que fugir por Nova York de figuras estranhas e de suas próprias neuroses, que a atormentam. Só que quando ela chega ao limite, ela fica prestes a cometer uma terrível besteira.

O Fantasma dos Mares (1943, EUA, 74 min., 14 anos)

Direção: Mark Robson

17/02 (sábado), às 18h30

03/03 (domingo), às 18h30

Tom Merriam (Russell Wade) assina no navio Altair como terceiro oficial do Capitão Stone (Richard Dix). A princípio, as coisas parecem boas, Stone vê Merriam como uma versão mais jovem de si mesmo e Merriam vê Stone como o primeiro adulto a tratá-lo como um amigo. Mas depois de algumas mortes estranhas de membros da tripulação, Merriam começa a pensar que Stone é um louco psicopata obcecado pela autoridade. Ele tenta contar aos outros, mas ninguém acredita nele, e isso só deixa Stone com raiva.

A Maldição do Sangue da Pantera (1944, EUA, 75 min., 14 anos)

Direção: Gunther von Fritsch e Robert Wise

18/02 (domingo), às 18h30

06/03 (quinta), às 18h30

Amy Reed (Ann Carter) é a solitária filha de 6 anos de Oliver (Kent Smith) e Alice (Jane Randolph). Ela deixa o pai sempre preocupado, pois é uma menina com uma imaginação muito fértil e não sabe diferenciar fantasia da realidade, o que acaba fazendo com que não tenha amigos de sua faixa etária. Oliver se preocupa porque a filha começa a exibir tendências psicopatas semelhantes às de Irena (Simone Simon), a falecida esposa de Oliver. Alice e a Srta. Callahan (Eve March), a professora de Amy, tentam ajudar, mas ela prefere a companhia da idosa Julia Farren (Julia Dean), uma ex-atriz louca que vive em uma mansão.

O Túmulo Vazio (1945, EUA, 83 min., 14 anos)

Direção: Robert Wise

22/02 (quinta), às 18h30

07/03 (sexta), às 18h30

O Dr. Toddy MacFarlane (Henry Daniell) precisa de cadáveres para suas experiências médicas. Pela dificuldade em obtê-los, recruta ajudantes para desenterrá-los do cemitério. Quando o assistente de MacFarlane reconhece um dos corpos, a origem deles é questionada.

A Ilha dos Mortos (1945, EUA, 76 min., 14 anos)

Direção: Mark Robson

23/02 (sexta), às 18h30

08/03 (sábado), às 18h30

A população de uma remota ilha grega entra em desespero quando percebe que que foi assolada pela peste. Todos aderem, instantaneamente, à um regime de quarentena que só alimenta o pavor e a paranoia. Dentre os “prisioneiros” está Nikolas Pherides (Boris Karloff), general grego que estava de passagem pela ilha apenas para prestar homenagens no túmulo de sua falecida mulher. Acompanhado de um jornalista americano, Nikolas tenta encontrar explicações plausíveis para os estranhos acontecimentos que se sucedem.

Asilo Sinistro (1946, EUA, 84 min., 14 anos)

Direção: Mark Robson

24/02 (sábado), às 18h30

09/03 (domingo), às 18h30

Nell Bowen (Anna Lee), a espirituosa protegida do rico Lord Mortimer (Billy House), se interessa na condição do notório Asilo St. Mary’s of Bethlehem, conhecido como Bedlam. Com a ajuda do Quaker Hannay, ela tenta ajudar a reformar Bedlam, mas o cruel Sims, que dirige o lugar, deseja a todo custo tirá-la do caminho.

O Homem nas Sombras: Val Lewton

Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro

De 02 de fevereiro a 09 de março de 2024, quinta a domingo

Rua Primeiro de Março 66, Centro

Contato: tel (21) 3808-2020 | [email protected]

Sala de Cinema 1 (102 lugares, sendo 4 para cadeirantes) 

Ingressos: ENTRADA FRANCA – ingressos disponibilizados às 9h do dia da sessão na bilheteria física ou em bb.com.br/cultura

Siga o CCBB nas redes sociais:

www.twitter.com/ccbb_rj | www.facebook.com.br/ccbb.rj | www.instagram.com/ccbbrj

Funcionamento durante o Carnaval

Sábado (10.02), 9h às 20h

Domingo (11.02), 9h às 18h

Segunda (12.02), fechado

Terça (13.02), fechado

Quarta (14.02), 12h às 20h

megaloterias
megaloterias