Carnaval consciente

Confira a agenda dos blocos da Liga dos Amigos do Zé Pereira

Com nove blocos no Rio, associação aposta em compensação de carbono e outras ações sustentáveis para colaborar com o meio ambiente

megaloterias
Confira a agenda de 2024 dos blocos da Liga dos Amigos do Zé Pereira:
Liga dos Amigos do Zé Pereira - Bloco Vagalume O Verde

No seu 11º ano de folia, a Liga Carnavalesca Amigos do Zé Pereiraintegrada e apadrinhada pelo centenário Cordão do Bola Preta, formada por nove blocos que desfilam pela Zona Sul e pelo Centro do Rio de Janeiro, arrastando cerca de 1,5 milhão de foliões, aposta em uma grande festa para a conscientização de questões ambientais. De forma inédita o carnaval da Liga do Zé Pereira traz para 2024 ações em prol da bandeira “sustentabilidade”.

A primeira (e pioneira no âmbito coletivo das ligas) refere-se a compensação de carbono. Será feita uma medição das horas de emissão de gases poluentes dos geradores dos trios elétricos, para compensação de carbono através do plantio de mudas no Parque Lage, uma parceria da Liga do Zé Pereira com o bloco Vagalume O Verde e o Parque Nacional da Tijuca/ICM Bio.

A segunda ação é o projeto piloto com o projeto já conhecido dos cariocas “Ciclo Orgânico”  para a coleta dos resíduos orgânicos, nos percursos dos blocos Vagalume O Verde e Toca Rauuul,  que serão destinados a compostagem. Durante o percurso agentes do meio ambiente da Ciclo Orgânico portando triciclos elétricos vão coletar os resíduos orgânicos e vão oferecer informações da importância da compostagem, além de ações de  conscientização do folião.

No carnaval de rua do ano passado a Comlurb removeu cerca de 676,8 toneladas de resíduos. Deste total: 607,5 toneladas de lixo foram produzidas nas passagens dos blocos. Por exemplo, um bloco de médio porte que arraste cerca de 30 mil foliões gera quase uma tonelada de resíduos.  Hoje os cariocas produzem 8.801,76 toneladas de resíduos sólidos por dia em dias comuns.

Segundo o presidente da Liga Amigos do Zé Pereira e produtor do Cordão da Bola Preta, Rodrigo Rezende, o objetivo dos desfiles em 2024 é oferecer um carnaval de rua alegre, gratuito e acessível a todos, mas que ao mesmo tempo, possa mitigar os efeitos do carnaval para a questão ambiental. Pensando nisso, todos os nossos blocos neste ano serão comtemplados com as iniciativas sustentáveis, não são muitas, mas o início de um movimento que pode ganhar força ao longo dos anos. Inclusive neste ano os blocos Bola Preta, Vagalume o Verde, Laranjada e Toca Rauull também usaram como único tema o meio ambiente, para despertar nos seus foliões o a consciência ambiental,  informa Rodrigo.

O bloco Vagalume O  Verde em 2024,  apresenta uma ação inédita para conscientizar o folião dispondo de  um QR Code para calcular a emissão de CO2 emitida pelo transporte usado do próprio folião para chegar até o bloco. No caminhão (trio) do bloco haverá um QR Code para ser capturado pelo folião. Ele aproxima o seu celular na imagem, em seguida abre um link perguntando qual o transporte usado para chegar até o  bloco e a quilometragem utilizada, logo o sistema calcula o quanto foi gerado de  emissão de CO2  ao meio ambiente deste folião. Neste ato o folião terá uma visão clara do impacto ambiental de suas escolhas. E ainda poderá reverter este consumo realizando um pix equivalente a quantidade do  CO2 gerado para a ativação do plantio de mudas nativas para mata atlântica.

O Vagalume sempre fomenta os princípios da economia circular as fantasias dos 100 ritmistas da bateria do bloco estão sendo produzidas nas oficinas do bloco, reutilizando as fantasias e adereços descartadas na dispersão do Sambódromo após os desfiles das escolas de samba da Sapucaí em 2023, através da parceria com o Projeto Sustenta Carnaval. Além de promover o plantio de mudas nativas da Mata Atlântica para compensar ambientalmente o impacto de seu desfile.

Cordão da Bola Preta, primeiro bloco do Rio com 105 anos, fará o seu  desfile arrastando milhares de foliões com o tema “Cuidar é amar”. Traz a presença da Thai Rodrigues como musa do Bola em 2024,   e  exalta a reciclagem dos resíduos gerados durante o desfile e implementa a compensação de carbono, mas sem deixar de respeitar a seu lema: Tradição, paz, amor e folia!

Para o seu 21 desfile, o Bloco Laranjada, com sua bateria Puro Suco representada por 60% de mulheres aposta no enredo “Laranjada é maior limpeza” promovendo a conscientização de produção, descarte e reciclagem de lixo. O bloco fará uma homenagem aos profissionais de limpeza da Comlurb.

No domingo de carnaval o bloco Toca Rauuul se apresenta na Praça Tiradentes, no Centro do Rio trazendo o tema “A onda tá certa”, para enaltecer a atmosfera ambiental. A frase escolhida foi criada pelo Raul Seixas numa entrevista para uma jornalista conhecida em referência a “onda que invadiu a rua e danificou o carro dele”.  O bloco tem o repertório inspirado no lendário Raul Seixas, o grupo que mistura rock, frevo e outros gêneros musicais.

Já no bloco Céu da Terra, que desfila em Santa Teresa, o cortejo conta com 100 sopros ativos. E o tema de 2024 é uma homenagem especial ao cantor e compositor ao Milton Nascimento” que se aposentou dos palcos, mas permanece na cabeça do povo. O bloco conta com a presença de bonecos gigantes de inspiração popular, porta-estandarte e pernas de pau.

Orquestra Voadora chega ao seu 15º carnaval, em 2024, e faz uma retrospectiva da sua trajetória com a folia carioca. Mais do que contar a sua história, a fanfarra vai abordar as suas contribuições para o carnaval de rua ao longo de todos esses anos, começando pela ocupação dos espaços públicos, passando pelo uso dos instrumentos de sopro nos blocos de rua e indo até a construção de um carnaval mais democrático, inclusivo e acessível a pessoas com deficiências.A ideia é promover a inclusão social durante o desfile e mostrar que o Carnaval é uma festa democrática e para todos.

 O bloco Quizomba com o tema “FAÇA AMOR, NÃO FAÇA GUERRA” e promete realizar um carnaval inesquecível. Reconhecido por sua animação e pelas canções dançantes, ecléticas e de grande sucesso, o Quizomba fará uma homenagem ao cantor MC Marcinho com os funks “Glamourosa” e “Princesa”. E como o tema fala de amor, não poderá faltar músicas que embalam o tema. E ainda como convidada especial a cantora de samba Priscila Gouvêa.

Para o carioca, o objetivo do Carnaval de rua é oferecer uma brincadeira gratuita e acessível a todos. Para o presidente da Liga Zé Pereira e produtor cultural Rodrigo Rezende “cabe a nós fazedores de cultura provocarmos reflexões nas pessoas com responsabilidade”. Ele ainda afirma que essa grande festa serve de vitrine para podermos abordar questões importantes na sociedade atual.

 Sobre a Liga –

A Liga dos Amigos do Zé Pereira, fundada em 2012 tem a premissa de ser uma associação compacta com poucos blocos de grande relevância na cena carnavalesca carioca, mas que represente a verdadeira diversidade cultural do carnaval de rua. No primeiro ano de desfiles ganhou o prêmio Serpentina de Ouro na categoria organização, mesmo ano em que criou seu próprio projeto de carnaval, patrocinado por meio da lei de incentivo estadual (ICMS).

Confira a agenda de 2024 dos blocos da Liga dos Amigos do Zé Pereira:

Bloco Céu na Terra: 10/02- sábado de carnaval. A concentração do Largo dos Guimarães até o Curvelo. O cortejo conta com 100 sopros ativos. E o tema de 2024 é uma homenagem especial ao cantor e compositor ao Milton Nascimento” que se aposentou dos palcos, mas permanece na cabeça do povo.  O bloco conta coma presença de bonecos gigantes de inspiração popular, porta-estandarte e pernas de pau.

Cordão do Bola Preta: desfila no dia 10/02 (sábado de carnaval), das 9h às 13h. Comemora seu 104º de existência, ocupando ruas e praças do Centro do Rio. O bloco sai na Rua Primeiro de Março, na altura do prédio Menezes Cortes, seguindo até o prédio do Ministério da Justiça, na Avenida Presidente Antonio Carlos. No repertório, as tradicionais marchinhas de carnaval e os mais conhecidos sambas de enredo. A novidade é a presença da Thai Rodrigues como musa do Bola em 2024. A Corte Real do Bola segue com a Rainha Paolla Oliveira , Madrinha – Maria Rita , Porta Estandarte – Leandra Leal,  Musa da Banda do Cordão da Bola Preta – Emanuelle Araújo  Musa das musas – Selminha Sorriso,  Musa do Centenários – Mirian Duarte, Musas  Adeline Gervágio – Taissa Marins – Elaine BR – Musa 2024,  Padrinho – Neguinho da Beija Flor  e  Embaixador  João Roberto Kelly, Embaixatriz Tua Surica da Portela.

Bloco Laranjada: 11/02 (domingo de carnaval) – Concentração na Rua General Glicério, em Laranjeiras, Zona Sul do Rio, às 8h. Com o lema “O Laranjada é a maior limpeza. Uma homenagem aos trabalhadores de limpeza urbana da cidade do Rio de Janeiro.  É Carnaval”, o bloco vai às ruas no domingo de Carnaval para exaltar personalidades tradicionais da General Glicério, rua por onde o cortejo desfila. Curiosidade bloco de bairro segue de geração para geração. O fundador faleceu na pandemia e deixou o legado para o seu filho Rafael. São 120 ritmistas sendo 60% de mulheres. 

Bloco Toca Rauuul: 11/02 (domingo de carnaval) No mesmo domingo de Carnaval, às 16h, os malucos beleza do bloco “Toca Rauuul” se apresentam na Praça Tiradentes, no Centro do Rio, apoiado pelo CRAB _Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro. Com repertório inspirado no lendário Raul Seixas, o grupo que mistura rock, frevo e outros gêneros musicais, característica marcante nas músicas do cantor, tem como madrinha a filha do cantor homenageado, Vivi Seixas.

Bloco A Rocha da Gávea: 13/02 – Na terça-feira de Carnaval, é a vez do bloco A Rocha desfila na Gávea, Zona Sul do Rio. Com concentração na Praça Santos Dumont, às 11h, desfile acontece às 12h até o Planetário da GaveaIndo para o seu 23º Carnaval, o enredo de 2024 será homenagem a malandragem com o tema “De bar em bar” ressaltando a cultura carioca do bar, do samba e do malandro”, com objetivo de dar leveza ao carnaval. A banda, comporta por aproximadamente 90 ritmistas.  À frente do cortejo estará a tradicional dupla de mestre sala e porta-bandeira, Jacaré e Moniquinha.

Confira a agenda de 2024 dos blocos da Liga dos Amigos do Zé Pereira:
Liga dos Amigos do Zé Pereira – Bloco Vagalume O Verde

Bloco Vagalume, O Verde: Também no dia 13/02 (terça -feira) o bloco Vagalume O Verde desfila no Jardim Botânico. A concentração será às 8h, com previsão de desfile às 10h, na Rua Jardim Botânico, esquina com a Pacheco Leão. Aposta na economia circular, as fantasias dos 100 ritmistas da bateria do bloco estão sendo produzidas nas oficinas do bloco reutilizando as fantasias e adereços descartadas na dispersão do Sambódromo após os desfiles das escolas de samba da Sapucaí em 2023, através da parceria com o Projeto Sustenta Carnaval.

Bloco Orquestra Voadora: Também no dia 13/02 (terça -feira), com concentração marcada para às 13h, na altura da Praça Luis de Camões, no Aterro do Flamengo, o Orquestra Voadora se mantém como um dos blocos mais aguardados do Carnaval carioca. Tem como atração do desfile a banda de sopros e percussão, com mais de 250 músicos – que usam instrumentos que dispensam o uso de energia elétrica. O cortejo também é muito conhecido pelo seu abre-alas com performances circenses de malabares, acrobacias aéreas e de solo, além dos 100 pernas-de-pau que fazem a alegria dos foliões. Com repertório eclético, que abraça ritmos pouco comuns ao Carnaval de Rua, como afrobeat, rock, frevo, baião, côco e núsica balcânica.

Bloco Último Gole: Também no dia 13/02 (terça -feira) de Carnaval, a turma da roda de samba do Último Bloco, se reúne das 16h às 18h, na Praça do Jóquei, Gavea, Zona Sul do Rio. A roda de samba, formada por amigos com mais de 30 anos de amizade, aposta em um repertório completo de samba de raiz no seu 25º Carnaval. A compositora do bloco é a carioca Maria Gurjão, filha do músico e compositor Vinícius de Moraes e mais 16 pastoras vestidas de branco em homenagem a paz mundial. Curiosidade – Os amigos já tocaram no Copacabana Palace e realizaram a primeira roda de samba no Fasano, mas o que gostam mesmo é tocar no botequim. 

 Bloco Quizomba:  17/02 (sábado pós carnaval) Já no sábado das campeãs é a vez do Bloco Quizomba desfilar pelas ruas da Lapa, no Centro do Rio.O cortejo, com concentração prevista para às 10h, no Circo Voador. O Bloco traz como tema “FAÇA AMOR, NÃO FAÇA GUERRA” conhecido por sua animação e pelas canções dançantes, ecléticas e de grande sucesso, o Quizomba também surpreende incluindo todo ano músicas novas no seu repertório para delírio dos fãs. Para 2024 não será diferente. Homenagem ao cantor MC Marcinho com os funks “Glamourosa” e “Princesa”. E como o tema fala de amor, não poderá faltar músicas que embalam o tema. O Quizomba ministra oficina de percussão no Rio de Janeiro (Circo Voador/Lapa) e em São Paulo (Espaço 170 / Vila Madalena), onde prepara os alunos para tocarem na “Magnética” – nome dado à bateria do bloco – nas festas pré-carnavalescas e nos desfiles de rua. O Bloco tem a honra e o prazer em ter a cantora Roberta Sá como madrinha e cantora, quando pode, nos desfiles de rua.

megaloterias
megaloterias