Marrom, Verde e Rosa

Alcione e a Mangueira: Uma história de amor que vai dar samba no pé

Rainha do samba, Alcione será homenageada pela Mangueira no carnaval de 2024. A relação da cantora com a escola começou na década de 80 e inclui a criação da Mangueira do Amanhã

megaloterias
Marrom da Mangueira: Alcione e a história de amor que vai dar samba no pé na Sapucaí
Alcione. Foto: Reprodução

Alcione e a Estação Primeira de Mangueira: uma história de amor que começou na década de 80 e vai dar samba no pé na Sapucaí no carnaval de 2024. A cantora, que será homenageada pela escola de samba, tem uma longa trajetória com a agremiação carioca, que inclui a criação da Mangueira do Amanhã, a versão mirim da escola.

O que você precisa saber:

  • Tema do samba-enredo: A negra voz do amanhã
  • Data do desfile: Segunda-feira de carnaval
  • Posição de Alcione no desfile: Último carro, com uma roupa rosa e verde e cheia de brilho
  • Relação de Alcione com a Mangueira: Começou na década de 80, quando ela se apaixonou pela escola ao ver fotos das baianas na revista O Cruzeiro.
  • Criação da Mangueira do Amanhã: Em 1987, Alcione fundou a versão mirim da escola para que as crianças também pudessem desfrutar da comemoração.

A paixão de Alcione pela Mangueira:

Em entrevista à revista ELA, Alcione contou que sempre foi apaixonada pela Mangueira. Ela frequentava a quadra da escola e, em 1987, decidiu criar a Mangueira do Amanhã para que as crianças também pudessem participar do carnaval.

“Via as crianças brincando embaixo do viaduto e pensava que precisava ocupá-las. Disse ao presidente da escola na época, Carlinhos Dória, para fundarmos uma agremiação mirim. Mas, ele respondeu: ‘Já é difícil manter uma grande, imagina duas?’. Falei, então: ‘Deixa comigo!’”, contou a cantora.

Alcione e a Mangueira do Amanhã:

Alcione arrecadou fundos com amigos famosos, como Caetano Veloso, Maria Bethânia e Paula Lavigne, para criar a Mangueira do Amanhã. Ela também improvisou sua própria casa como barracão da nova escola.

“Chegava uma hora em que era preciso pular por cima das roupas na minha sala. Mas eu adorava aquilo”, lembrou. “Sempre meti a mão na massa. Acompanhava até mesmo os ensaios. Certa vez, briguei com a mãe de uma criança que queria vir sambando na frente da ala. Adulto só podia assistir.”

Alcione no desfile da Mangueira:

Alcione não fez qualquer exigência para a escola de coração. Ela sairá no último carro, com um roupa rosa e verde e cheia de brilho.

“A Mangueira é soberana para fazer o que quiser”, disse a cantora.

megaloterias
megaloterias