Raridades Valiosas

Descubra se você tem um "tesouro" em casa: notas e moedas raras valem até R$ 8 mil!

Raridade, conservação e erros de impressão: os segredos para identificar uma fortuna escondida em sua carteira.

megaloterias
Notas e Moedas Raras
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Você pode ter um verdadeiro “tesouro” guardado sem saber! Algumas notas e moedas de real valem muito mais do que seus donos podem imaginar. Exemplos: algumas cédulas de R$ 100 podem ser vendidas por até R$ 4.500 e moedas de R$ 1, em determinados casos, podem valer R$ 8 mil.

O que você precisa saber:

  • Raridade: tiragem da cédula ou moeda (quanto menor, mais rara e valiosa).
  • Conservação: estado da nota ou moeda (quanto mais nova, maior o valor).
  • Erros de impressão: falhas na cunhagem ou impressão (altamente valorizadas).

Notas raras:

  • R$ 5 com série CJ (tiragem de 400 mil): até R$ 300.
  • R$ 20 com série CD (tiragem de 240 mil): até R$ 400.
  • R$ 100 sem “Deus Seja Louvado” (erro de impressão): até R$ 4.500.

Moedas raras:

  • R$ 1 de 1998 (50 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos): valorizada.
  • R$ 1 de 2012 (entrega da bandeira olímpica): valorizada.
  • 50 centavos de 2012 sem o zero: valorizada.

Como descobrir o valor:

  • Procure um especialista em numismática.
  • Consulte catálogos oficiais (“Catálogo Vieira Cédulas Brasileiras”, “Bentes Livro Oficial das Moedas do Brasil 1500 – 2022”).
  • Assista a vídeos na internet sobre moedas e notas raras.
megaloterias
megaloterias