Preso

Pastor Acusado de Abuso: Prisão em Belford Roxo revela escândalo na Terra do Deus Vivo

Ângelo Ventura Siqueira é detido por abusar de fiéis em nome da fé, deixando comunidade chocada

megaloterias
Pastor Ângelo sendo conduzido pela Polícia. Foto: Reprodução
Pastor Ângelo sendo conduzido pela Polícia. Foto: Reprodução

Na última sexta-feira (19), a Delegacia de Atendimento a Mulher (Deam) em Nova Iguaçu prendeu o pastor Ângelo Ventura Siqueira, acusado de abusar sexualmente de mulheres vinculadas à igreja Ministério Terra do Deus Vivo, localizada em Belford Roxo (RJ). As autoridades alegam que pelo menos três mulheres foram vítimas desses abusos entre os anos de 2010 e 2021, conforme investigação da Polícia Civil.

De acordo com os relatos das vítimas, Ângelo manipulava sua posição religiosa para explorar mulheres em situações vulneráveis, convencendo-as a mudarem para um anexo em sua residência. Sob a fachada de um “pai espiritual”, o pastor abusava de sua autoridade para cometer os crimes.

Nesta reviravolta chocante, o líder religioso Ângelo Ventura Siqueira, da Terra do Deus Vivo, é preso por abuso sexual. Pelo menos três vítimas entre 2010 e 2021 denunciaram práticas hediondas, incluindo o uso de vinho para facilitar os abusos.

À medida que a investigação avança, detalhes perturbadores emergem sobre as práticas do pastor, incluindo o oferecimento de vinho para inebriar suas vítimas. Uma das mulheres, em estado vulnerável, foi levada a um motel, onde foi vítima de estupro. A emissão do mandado de prisão resultou na detenção de Ângelo em Nova Iguaçu pelas autoridades em São Gonçalo.

megaloterias
megaloterias