(In)Segurança

Moradores da Gardênia Azul denunciam proibição de Uber e 99 por bandidos

Ação dificulta deslocamento de moradores e trabalhadores da comunidade

megaloterias
Bandidos proíbem entrada de carros de aplicativos na Gardênia Azul, no Rio de Janeiro. Foto: Reprodução
Bandidos proíbem entrada de carros de aplicativos na Gardênia Azul, no Rio de Janeiro. Foto: Reprodução

Moradores da comunidade Gardênia Azul, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, denunciam que bandidos estão proibindo a circulação de carros e motos de aplicativos na região. Um aviso com os dizeres “Proibido Uber 99” foi pichado no asfalto da Rua Isabel Domingues, uma das principais vias do bairro.

O que você precisa saber:

  • Moradores da Gardênia Azul denunciam proibição de Uber e 99 por bandidos.
  • Ação dificulta deslocamento de moradores e trabalhadores da comunidade.
  • Motoboys da própria comunidade estão cobrando valores exorbitantes.
  • Polícia Militar não recebeu chamados relacionados a essas situações.

Uma moradora contou que a única opção é o sistema de motoboys da própria da comunidade. “Eles estão cobrando valores exorbitantes para andar aqui mesmo, para levar até ali a pista já é R$ 12. O morador que passar mal, vai ter perrengue para sair”, disse.

Em um grupo de moradores, uma pessoa disse que precisou aguardar até 4h da madrugada para pegar um ônibus de volta para casa após atendimento na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Barra da Tijuca. A Polícia Militar informou que não recebeu chamados relacionados a essas situações.

A Uber lamentou que “desejam apenas trabalhar ou se deslocar sejam vítimas da ameaça de violência que permeia nossa sociedade” e que o aplicativo pode, em algumas situações, impedir solicitações em áreas de risco. Já a 99 disse que não recebeu nenhuma denúncia sobre o impedimento de entrar em comunidades do Rio, mas que repudia qualquer atividade criminosa.

megaloterias
megaloterias