Crime Brutal

Juiz determina prisão preventiva de casal que estuprou e matou Julieta

Justiça converte prisão em flagrante em preventiva para Thiago Agles e Deliomara dos Anjos após assassinato brutal.

megaloterias
Julieta Hernández
Julieta Hernández - Reprodução

O juiz Laossy Amorim Marquezini determinou a prisão preventiva do casal Thiago Agles da Silva, 32, e Deliomara dos Anjos, 29, acusados de estuprar e assassinar a artista venezuelana Julieta Hernández.

A decisão, voltada para “preservar a ordem pública”, destaca a tentativa de fuga de Thiago como fundamento para a medida. O casal, atualmente detido na 37ª Delegacia Interativa de Polícia de Presidente Figueiredo (AM), será transferido em breve para o Presídio de Manaus.

O que você precisa saber:

  • Casal acusado de estuprar e assassinar Julieta Hernández tem prisão convertida em preventiva.
  • Juiz destaca tentativa de fuga de Thiago Agles como motivo para a medida.
  • Transferência do casal para o Presídio de Manaus deve ocorrer em breve.

Assassinato Brutal de Julieta Hernández: A artista venezuelana Julieta Hernández, desaparecida desde 23 de dezembro, teve seu corpo encontrado na mata de Presidente Figueiredo, Amazonas. O Departamento de Polícia Técnico-Científico trabalha na identificação do corpo. O casal preso, Thiago e Deliomara, confessou o crime, relatando uma tentativa de roubo que culminou em estupro e assassinato.

Confissão e Detalhes do Crime: Segundo o delegado Valdinei Silva, o casal confessou o crime durante o depoimento. O objetivo inicial era roubar o celular de Julieta, mas a situação evoluiu para o estupro da vítima. O relato descreve uma sequência de eventos chocantes, incluindo ameaças, uso de faca, ataque com álcool e fogo, culminando na estrangulação da artista.

Mobilização nas Redes Sociais: O desaparecimento de Julieta Hernández gerou uma mobilização nas redes sociais, com uma campanha em busca de informações. O Circo do Asfalto e Circo So Ladies, grupos dos quais ela fazia parte, emitiram notas de pesar e lamentaram a tragédia.

megaloterias
megaloterias