Luto

Artista circense venezuelana é encontrada morta no Amazonas

Circo de Só Senhoras lamenta feminicídio de Palhaça Jujuba

megaloterias
Julieta Inés Hernández Martínez. Foto: Reprodução
Julieta Inés Hernández Martínez - Foto: Reprodução

a

A artista circense venezuelana Julieta Inés Hernández Martínez, de 38 anos, foi encontrada morta em uma área de mata na cidade de Presidente Figueiredo, no Amazonas. A artista estava desaparecida desde 23 de dezembro.

O que você precisa saber:

  • A artista circense venezuelana Julieta Inés Hernández Martínez foi encontrada morta no Amazonas.
  • O corpo da artista foi encontrado enterrado em uma área de mata na cidade de Presidente Figueiredo.
  • Um casal foi preso por suspeitas de envolvimento na morte da artista.
  • A artista era conhecida por sua personagem Palhaça Jujuba.

Julieta Inés Hernández Martínez, conhecida por sua personagem Palhaça Jujuba, estava desaparecida desde 23 de dezembro, quando percorria cidades do interior do Amazonas em sua bicicleta.

O corpo da artista foi descoberto por volta das 18h da última sexta-feira (5), enterrado em uma área de mata na cidade de Presidente Figueiredo, a 117 km de Manaus. O Departamento de Polícia Técnico-Científico está realizando a identificação e autópsia, e o delegado-geral adjunto da Polícia Civil do Amazonas, Guilherme Torres, confirmou que o corpo encontrado pertence à artista.

Um casal foi preso na sexta-feira por suspeitas de envolvimento na morte da artista, conforme comunicado da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas. No entanto, os nomes dos suspeitos e detalhes sobre as circunstâncias da morte não foram divulgados.

Durante as buscas, partes da bicicleta de Julieta Hernández foram localizadas pelos policiais, próximas ao local onde o corpo foi encontrado. O local estava próximo à hospedagem da artista na cidade.

Julieta, conhecida por sua alegria e talento, era uma artista circense que percorria cidades do interior do Amazonas. Amigos e colegas lamentaram a perda nas redes sociais, destacando sua alegria e talento.

O grupo ‘Circo de Só Senhoras’, ao qual Julieta pertencia, prestou homenagens à artista, revelando que sua vivacidade foi vítima de feminicídio. O grupo, que mobilizou esforços nas redes sociais desde o desaparecimento de Julieta, expressou sua consternação pela perda.

megaloterias
megaloterias