Repugnante

Vídeo: Ex-PM ensina como 'estuprar' cadáver de mulher em aula de cursinho

Gravação de 2019 de Evandro Guedes gera indignação nas redes sociais, ultrapassando 300 mil visualizações.

megaloterias
Evandro Guedes, professor de cursinho que "ensina" a violar cadáveres - Foto: Reprodução/Facebook
Evandro Guedes, professor de cursinho que "ensina" a violar cadáveres - Foto: Reprodução/Facebook

Uma cena perturbadora emergiu das sombras, chocando as redes sociais. Em um vídeo datado de 2019, Evandro Guedes, ex-policial militar e fundador do AlfaCon Concursos, especializado em preparar candidatos para carreiras policiais, orienta seus alunos de maneira repugnante sobre a prática de “estuprar” cadáveres femininos.

Em sua divulgação na segunda-feira (4), Vinicios Betiol, ativista que monitora e denuncia extremismos de direita nas plataformas digitais, trouxe à tona essa “aula de necrofilia” de Guedes, que já atingiu mais de 300 mil visualizações.

O que você precisa saber: Este escandaloso episódio revela Evandro Guedes, fundador da empresa AlfaCon Concursos, ensinando práticas grotescas envolvendo cadáveres femininos em um vídeo de 2019.

“Imagina, filho, você que é virgem. Ai você passa num concurso de técnico de necropsia de nível médio. Aí você tá lá e vem uma menina do ‘Pânico na TV’ morta. Meu irmão, com aquele rabão e ela enfartou de tanto tomar bomba, enfartou na porta do necrotério. Duas horas da manhã, não tem ninguém. Você bota a mão: ‘uhmmm, quentinha ainda’. O que você vai fazer? Vai deixar esfriar? Meu irmão, eu assumo o fumo de responder pelo crime. Meu irmão, o difícil vai ser você arrumar uns travesseiros porque comer ela de bruços não dá. Tem que botar de quatro. Então, você bota um monte de travesseiros. Bota ela toda torta lá, irmão. Daquele jeito, ela fica meio durinha. Vai assim, e só por Deus, cara. Como vai endurecendo tudo, deve ficar bom demais. E come até a parte da manhã“, diz Evandro Guedes em sua “aula”.. 

Desvendando a polêmica: Guedes, em tom obsceno, descreve cenários grotescos envolvendo profissões relacionadas a necropsia, chegando ao extremo de detalhar atos necrofílicos. Suas palavras ultrajantes foram capturadas e agora circulam amplamente nas redes sociais.

A repercussão na internet: Betiol, conhecido por expor declarações extremistas, desenterra esse vídeo repulsivo, provocando indignação generalizada. O alcance impressionante dessa exposição levanta questionamentos sobre ética e responsabilidade no ensino preparatório para carreiras policiais.

Reações e implicações legais: Guedes, ciente da ilegalidade de suas sugestões, zomba das possíveis reações legais, inclusive ironizando a reação imaginária de um pai cuja filha foi vítima de abuso necrofílico.

megaloterias
megaloterias