Réu liberado por atos golpistas é encontrado com tornozeleira após invadir terra indígena

Daniel de Oliveira Araújo, solto pelo STF, é abordado em operação de desintrusão.

megaloterias
Atos Golpistas do 8 de Janeiro
Atos Golpistas do 8 de Janeiro

Após ganhar liberdade provisória por participar dos atos golpistas de 8 de janeiro, Daniel de Oliveira Araújo, de 31 anos, foi encontrado na Terra Indígena Apyterewa, no Pará, durante operação de desintrusão. Abordado pela Força Nacional, o réu, monitorado por tornozeleira eletrônica, estava em uma das áreas mais devastadas do país.

O que você precisa saber:

Histórico do Réu: Daniel Araújo, participante dos atos golpistas de janeiro, foi preso e posteriormente liberado pelo STF, com a condição de usar tornozeleira eletrônica. Agora, é encontrado em área indígena no Pará.

Abordagem na Terra Indígena: Agentes da Força Nacional abordaram Araújo durante operação de desintrusão na Terra Indígena Apyterewa. A área é uma das mais devastadas do país, e o réu foi orientado a deixar pacificamente o local.

Operação Lesa Pátria: A Polícia Federal deflagrou a 22ª fase da Operação Lesa Pátria nesta quinta-feira (30), cumprindo mandados em Santa Catarina e Minas Gerais. São investigados crimes como abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado e danos qualificados.

Mandados e Indisponibilidade de Bens: A operação visa cumprir 3 mandados de prisão preventiva e 25 de busca e apreensão. Além disso, foi determinada a indisponibilidade de bens, ativos e valores dos investigados, estimando danos ao patrimônio público em até R$ 40 milhões.

megaloterias
megaloterias