Reparação

Justiça condena Braskem: Indenização por danos em Alagoas

Decisão Judicial Reconhece Prejuízos Após Retirada de Cinco Bairros em Maceió

megaloterias
Braskem terá que pagar indenização por afundamento do solo em Alagoas
Foto: Pei Fon - Secom Maceió

A petroquímica Braskem foi condenada pela Justiça a indenizar Alagoas pelos danos causados pela exploração de sal-gema, resultando na evacuação de cinco bairros de Maceió.

A decisão, proferida pelo juiz José Cavalcanti Manso Neto, reconhece o direito do estado à compensação por imóveis, obras públicas e desapropriação, cujo valor será determinado por perícia.

Devido à exploração subterrânea, Pinheiro, Mutange, Bebedouro, Bom Parto e Farol foram evacuados em 2018, impactando mais de 55 mil pessoas. A região, agora desocupada, enfrentou rachaduras e tremores, elevando o risco de afundamento.

O que você precisa saber:

  • Justiça condena Braskem a indenizar Alagoas por danos.
  • Evacuação de cinco bairros em Maceió devido à exploração de sal-gema.

Evacuação e Risco de Afundamento: A exploração mineral subterrânea forçou a evacuação emergencial de cinco bairros, gerando rachaduras e tremores. A região, outrora habitada, está agora desocupada.

Palavra-chave em foco: “Evacuação em Maceió”

Prejuízos e Luta por Reparação: O governo estadual argumenta prejuízos com a perda de impostos devido ao fechamento do comércio e gastos em obras e equipamentos públicos. O governador Paulo Dantas destaca a decisão como fortalecimento na busca por reparação, estimando prejuízos de R$ 35 bilhões

megaloterias
megaloterias