Caldeirão Ampliado

Reforma de São Januário é aprovada com unanimidade

Projeto prevê modernização do estádio e melhorias no entorno

Reforma de São Januário: vereadores aprovam projeto em 1ª discussão
Reforma de São Januário: vereadores aprovam projeto em 1ª discussão

Rio de Janeiro – O Estádio de São Januário pode ser reformado e ter seu entorno transformado graças ao projeto de lei complementar (PLC) 142/2023, aprovado por unanimidade com 45 votos favoráveis.

A proposta, que institui a Operação Urbana Consorciada (OUC) Estádio de São Januário, envolve a coordenação do Poder Executivo Municipal e a participação do Club de Regatas Vasco da Gama, seus associados, moradores do entorno e investidores privados.

ESTAMOS NAS REDES

Inscreva-se no no Youtube

Siga-nos no X

Siga no Instagram

O que você precisa saber:

  • PLC 142/2023 aprovado por unanimidade com 45 votos.
  • Projeto prevê reforma do Estádio de São Januário e melhorias no bairro Vasco da Gama.
  • Envolve Poder Executivo Municipal, Club de Regatas Vasco da Gama, associados, moradores e investidores privados.
  • Próxima votação e audiência pública no estádio ocorrerão em 11 de junho às 19h.

Detalhes do projeto

O projeto, que ainda precisa passar por uma segunda votação antes de ser sancionado, prevê diversas intervenções no estádio e seu entorno. Na próxima terça-feira (11), às 19h, uma audiência pública será realizada em São Januário para discutir a proposta e possíveis emendas.

Leia Também

Emendas e melhorias

Durante uma audiência pública externa na Barra da Tijuca, o vereador Carlo Caiado (PSD) anunciou a criação de uma emenda que garantirá recursos para melhorar a mobilidade nas áreas que receberão novas construções. “Estamos fazendo uma emenda para garantir compensação financeira para as regiões receptoras, tanto na Barra quanto na zona norte,” explicou Caiado.

Transparência e participação

O vereador Pedro Duarte (Novo) destacou a transparência das discussões e convidou a torcida vascaína a participar das próximas audiências públicas. “Há uma grande preocupação da torcida sobre este projeto. Convido todos a estarem presentes na próxima audiência em São Januário,” disse Duarte.

Benefícios para a cidade

Alexandre Isquierdo (União) ressaltou que o projeto beneficiará não apenas os vascaínos, mas toda a cidade do Rio de Janeiro. “A capacidade do estádio aumentará de 20 para 45 mil pessoas. A aprovação do projeto trará mais emprego e renda para a cidade,” afirmou Isquierdo.