Morde Assopra

Lula relembra oposição de Eduardo Paes no passado

Prefeito do Rio de Janeiro criticava duramente o presidente quando era deputado federal, mas hoje é seu aliado

Lula e Paes, de oposição a aliados
Lula e Paes, de oposição a aliados

Rio de Janeiro – Durante a entrega de casas na antiga favela do Aço, em Santa Cruz, Luiz Inácio Lula da Silva lembrou quando Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro, era deputado federal e o criticava bastante, sobretudo nas sessões da CPI dos Correios. Paes, hoje aliado de Lula, era do PSDB (atualmente, está no PSD).

O que aconteceu

  • Lula relembrou quando Paes, então deputado federal, o criticava muito, especialmente na CPI dos Correios
  • Paes chegou a fazer denúncias não comprovadas contra o filho de Lula na época
  • Apesar das divergências, Lula decidiu ajudar Paes a se eleger prefeito do Rio em 2008

Reconciliação e aliança

Em 2008, quando Lula já era presidente, o então governador do Rio, Sérgio Cabral, apresentou Paes a ele, pedindo apoio para sua candidatura à prefeitura. Lula aceitou o pedido de desculpas de Paes e decidiu ajudá-lo.

“Hoje estou aqui por conta disso. Ele fala sempre de bilhão, de bilhão.. mas ele sabe que digo sempre, Quem quiser dinheiro do governo federal não faz discurso, apresenta projeto. Se for bem apresentado e se for possível de ser feito, não tem por que o presidente da república não passar o dinheiro”, declarou Lula.


LEIA TAMBÉM

Elogios a Paes

Lula elogiou a atuação de Paes como prefeito do Rio, chamando-o de “possível melhor gerente de prefeitura que este Brasil já teve”.