Light realiza operação contra furto de energia no Rio

Ação envolve 400 colaboradores e apoio policial em Vista Alegre

Colaboradores da Light durante operação de combate ao furto de energia em Vista Alegre.
Colaboradores da Light durante operação de combate ao furto de energia em Vista Alegre.

Rio de Janeiro – A Light está promovendo, nesta quarta-feira (12/06), uma megaoperação para combater o furto de energia em Vista Alegre, na Zona Norte do Rio. A operação conta com cerca de 400 colaboradores, além do apoio da Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD), peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE), e das polícias Civil e Militar.

ESTAMOS NAS REDES

Inscreva-se no no Youtube

Siga-nos no X

Siga no Instagram


O que você precisa saber

  • Megaoperação em Vista Alegre: A Light intensifica combate ao furto de energia na Zona Norte do Rio.
  • Apoio policial: Ação conta com participação da DDSD, ICCE, 38ª e 27ª Delegacias de Polícia e Polícia Militar.
  • Fraudes identificadas: Seis estabelecimentos comerciais foram pegos com fraudes, quatro responsáveis foram conduzidos à delegacia.

Combate ao Furto de Energia

A Light, com uma equipe de 400 colaboradores, iniciou uma operação para combater o furto de energia em Vista Alegre. A ação, que conta com o suporte das forças policiais, já identificou fraudes em seis estabelecimentos comerciais, resultando na condução dos responsáveis à delegacia.

Atendimento à Comunidade

Durante a operação, a Light também disponibiliza atendimento comercial na Praça Jardim Alegre. Serviços como atualização cadastral, troca de titularidade e parcelamento de débitos estão disponíveis para os moradores da região.

Resultados do Primeiro Quadrimestre

Entre janeiro e abril, a Light regularizou 1.525 ligações clandestinas e normalizou 57.859 instalações. A concessionária recuperou cerca de 50,85 GWh de energia, suficiente para abastecer 21 mil residências por um ano, comparável à população de Seropédica (RJ).

Impacto do Furto de Energia

O furto de energia, presente em 31 municípios do Rio, causa um prejuízo anual de cerca de R$ 800 milhões à Light. Em média, a cada 100 clientes regulares, 34 furtam energia. O furto não só é crime previsto no artigo 155 do Código Penal, com pena de até oito anos de prisão, mas também causa sobrecarga na rede elétrica, interrupções no fornecimento e riscos de acidentes e incêndios.

LEIA TAMBÉM


Estatísticas de Regularização

Nos primeiros quatro meses do ano, a Light recuperou energia suficiente para abastecer 21 mil residências. A empresa regularizou 1.525 ligações clandestinas e corrigiu 57.859 instalações irregulares.