Denúncia Pública

Ato no Rio denuncia violações cometidas por Israel

Evento contará com a presença de líderes palestinos e apoiadores de causas sociais

Ato contará com a participação da histórica liderança do movimento palestino Jamal Juma - Foto: Jorge Leão
Ato contará com a participação da histórica liderança do movimento palestino Jamal Juma - Foto: Jorge Leão

Rio de Janeiro – Um ato público para denunciar as violações cometidas por Israel será realizado nesta quinta-feira (13) no Sindicato dos Professores do Município do Rio de Janeiro (SinproRio), no centro da cidade. A manifestação contará com a participação de Jamal Juma, liderança histórica do movimento palestino, e Maren Mantovani, coordenadora de relações internacionais da Campanha Palestina Contra o Muro do Apartheid.

ESTAMOS NAS REDES

Inscreva-se no no Youtube

Siga-nos no X

Siga no Instagram


O que você precisa saber

  • Evento: Denúncia das violações cometidas por Israel
  • Local: SinproRio, Rio de Janeiro
  • Data e Horário: Quinta-feira, 13 de junho, das 18h30 às 21h
  • Participantes: Jamal Juma e Maren Mantovani

Evento no SinproRio

Participação de Líderes Palestinos

Nesta quinta-feira, o Sindicato dos Professores do Município do Rio de Janeiro (SinproRio) será palco de um ato público para denunciar as violações cometidas por Israel. O evento contará com a presença de Jamal Juma, uma das lideranças históricas do movimento palestino, e Maren Mantovani, coordenadora de relações internacionais da Campanha Palestina Contra o Muro do Apartheid.

Organização e Objetivo

Intitulado “As armas de Israel matam na Palestina e no Brasil”, o ato é organizado por diversas entidades, incluindo BDS Brasil, FEPAL, Juventude Sanaud, Árabes e Judeus pela Paz, Comitê Internacional Paz, Justiça e Dignidade aos Povos, entre outras. O objetivo é chamar a atenção para as violações de direitos humanos cometidas por Israel e destacar a solidariedade entre os movimentos sociais palestinos e brasileiros.

Detalhes do Evento

O ato ocorrerá no SinproRio, localizado na Rua Pedro Lessa, 35, 2º andar, Espaço Paulo Freire, no Centro do Rio de Janeiro. O evento está marcado para começar às 18h30 e se estenderá até às 21h.

LEIA TAMBÉM

Entidades Envolvidas

O evento é apoiado por uma ampla coalizão de movimentos sociais e organizações, incluindo Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), Jubileu Sul, Instituto Políticas Alternativas para o Cone Sul (PACS), Julho Negro, Grupo Tortura Nunca Mais RJ (GTNM-RJ), entre outros.

Fonte: BdF Rio de Janeiro