Marielle Franco, vereadora do PSOL, é morta a tiros no centro do Rio

Marielle Franco, vereadora eleita pelo PSOL foi assassinada a tiros na Rua Joaquim Palhares, Região Central do Rio, na noite desta quarta-feira, 14.

A vereadora e um motorista foram baleados dentro de um carro e morreram no local. Por volta das 22h15, o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL) estava indo para o local.

Marielle era socióloga formada pela PUC-Rio e mestra em Administração Pública pela Universidade Federal Fluminense (UFF).

Quinta vereadora mais votada do Rio nas eleições de 2016 com 46.502 votos, Marielle teve dissertação de mestrado com o tema “UPP: a redução da favela a três letras”. Trabalhou em organizações da sociedade civil como a Brasil Foundation e o Centro de Ações Solidárias da Maré (Ceasm).

A vereadora também foi coordenadora da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), ao lado de Marcelo Freixo.