Pesquisa Datafolha

Mais pobres aumentam avaliação positiva de Lula

Estudo revela variações na aprovação entre diferentes faixas de renda.

Presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) – Divulgação/Ricardo Stuckert
Presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) – Divulgação/Ricardo Stuckert

RIO DE JANEIRO – Na pesquisa mais recente do Datafolha, divulgada nesta terça-feira (18), a avaliação do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se mantém estável. De acordo com os dados, 36% dos entrevistados consideram o governo ótimo ou bom, 31% avaliam como ruim ou péssimo, e outros 31% classificam a administração como regular.


O que você precisa saber

  • Datafolha: 36% aprovam governo Lula, 31% desaprovam e 31% consideram regular.
  • A avaliação varia significativamente entre diferentes faixas de renda.
  • Pesquisa entrevistou 2.008 pessoas em 113 municípios.

Avaliação por Faixa de Renda

Entre os entrevistados com menores rendimentos, a avaliação positiva do governo Lula subiu para 42%, em comparação aos 40% registrados em março. A porcentagem dos que consideram a gestão ruim ou péssima caiu de 29% para 24%, enquanto a avaliação regular ficou em 32%.

Por outro lado, entre os entrevistados com maiores rendimentos, a aprovação do governo caiu de 32% em março para 27%. A avaliação regular aumentou de 23% para 28%, enquanto a reprovação se manteve em 45%.

Margens de Erro

O Datafolha dividiu a amostra em quatro estratos de renda, resultando em margens de erro diferentes para cada faixa. No geral, a margem de erro é de dois pontos percentuais. Para os que ganham até dois salários mínimos, a margem de erro é de três pontos. Para rendimentos entre dois e cinco salários mínimos, a margem é de quatro pontos. Entre cinco e dez salários mínimos, a margem de erro é de oito pontos. Para rendimentos acima de dez salários mínimos, a margem de erro é de dez pontos.

Metodologia da Pesquisa

A pesquisa foi conduzida presencialmente, entrevistando 2.008 pessoas com 16 anos ou mais, em 113 municípios de todo o país, entre os dias 4 e 13 de junho.