Voz do Povo

Senado argentino aprova projeto de Milei e manifestantes protestam

Vice-presidente desempata votação decisiva; manifestantes protestam

Carro foi queimado perto do Congresso argentino – Foto: AFP
Carro foi queimado perto do Congresso argentino – Foto: AFP

Buenos Aires – O Senado da Argentina aprovou nesta quarta-feira (12) um projeto de lei vital para os planos de reforma econômica do presidente Javier Milei.

A votação, marcada por um empate, foi decidida pela vice-presidente, que preside o Senado. Após a aprovação, o gabinete presidencial celebrou a medida como “um triunfo” para o povo argentino.

ESTAMOS NAS REDES

Inscreva-se no no Youtube

Siga-nos no X

Siga no Instagram


O que você precisa saber

  • Votação Decisiva: O Senado aprovou com modificações um projeto de lei essencial para a reforma econômica do presidente Javier Milei.
  • Empate e Desempate: A votação empatada foi decidida pela vice-presidente, que preside o Senado.
  • Reação Oficial: O gabinete de Milei comemorou a aprovação, chamando-a de “um triunfo” para a Argentina.
  • Protestos e Confrontos: Manifestantes contrários às mudanças se reuniram fora do Congresso, resultando em confrontos com a polícia.

Aprovada Reforma Econômica no Senado Argentino

Votação Empatada e Decisão da Vice-presidente

Nesta quarta-feira, o Senado da Argentina aprovou um projeto de lei crucial para os planos de reforma econômica do presidente Javier Milei. A votação foi marcada por um empate, que foi desempatado pela vice-presidente, responsável por presidir o Senado.

Reação Oficial

Logo após a aprovação, o gabinete de Milei emitiu uma nota comemorativa, descrevendo a aprovação como “um triunfo” para o povo argentino, destacando a importância do projeto para a economia do país.

Protestos e Confrontos

Antes da votação, manifestantes contrários às mudanças propostas se reuniram do lado de fora do Congresso, resultando em confrontos com as forças de segurança. Um manifestante foi detido após lançar pedras e coquetéis molotov, além de virar e incendiar um carro pertencente a uma estação de rádio.

LEIA TAMBÉM

Reações Pós-Aprovação

Após a aprovação do projeto, um grupo de manifestantes voltou a lançar objetos contra as forças de segurança nas proximidades do Congresso, conforme relatado pelo jornal Clarín.