Crescimento econômico

Economia do Nordeste cresce 3,2% no 1º trimestre de 2024

Região lidera crescimento econômico no Brasil, superando média nacional

A Rua Direita, no centro do Recife, com alto fluxo de pessoas – Foto: Leandro de Santana
A Rua Direita, no centro do Recife, com alto fluxo de pessoas – Foto: Leandro de Santana

Brasília – A economia do Nordeste registrou um crescimento de 3,2% no primeiro trimestre de 2024, de acordo com o índice de atividade IBCR-NE do Banco Central (Bacen). Esse desempenho ultrapassou o crescimento nacional, que foi de 1%, posicionando o Nordeste como líder econômico no país.

ESTAMOS NAS REDES

Inscreva-se no no Youtube

Siga-nos no X

Siga no Instagram


O que você precisa saber:

  • Crescimento regional: Nordeste cresceu 3,2% no 1º trimestre, superando a média nacional.
  • Principais setores: Comércio e serviços impulsionaram o crescimento econômico.
  • Investimentos: Recursos no comércio e serviços aumentaram 47%.
  • Destaques estaduais: Ceará registrou o maior crescimento com 4,4%.

Impulso do comércio e serviços

O Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), setor de pesquisa do Banco do Nordeste (BNB), apontou que o crescimento regional foi impulsionado principalmente pelo comércio e serviços, favorecidos pelo aumento do consumo das famílias. O gerente executivo do Etene, Allisson Martins, destacou: “O consumo das famílias foi o principal motor do crescimento da região, gerando empregos formais e aumentando a renda real.”

Investimentos e melhorias econômicas

Os recursos aplicados no comércio e nos serviços pelo BNB cresceram 47% no último período, passando de R$ 1,9 bilhão no primeiro trimestre de 2023 para mais de R$ 2,8 bilhões no mesmo período de 2024. Esse aumento confirma a melhoria econômica na região, com destaque para o aumento do emprego formal e da renda média real.

Redução da inadimplência

A inadimplência no Nordeste, tradicionalmente mais alta que a média nacional, está mostrando uma tendência de queda devido à melhoria da renda das famílias. Entre os estados, o Ceará se destacou com o maior crescimento no índice de atividade econômica, registrando um aumento de 4,4%, impulsionado pelo aumento nas vendas do comércio varejista.

Destaques estaduais

A Bahia apresentou um crescimento de 3,1% no índice de atividade estadual, enquanto Pernambuco teve um aumento de 2,5%, conforme o índice de atividade econômica do Bacen.

LEIA TAMBÉM

Papel do Nordeste no setor energético

O diretor de Planejamento do BNB, Aldemir Freire, comentou que o crescimento da região é impulsionado por fatores conjunturais e destacou o papel do Nordeste na liderança do setor energético do Brasil. “O Nordeste lidera o crescimento brasileiro com 80% dos novos investimentos no setor energético nos últimos anos, oferecendo energia limpa e potencial agrícola,” afirmou Freire.