What the hell is that?

Em inglês precário, Nikolas Ferreira ofende Lula e Ministros do STF, Greta e DiCaprio

Nikolas está participando de uma reunião promovida pela extrema-direita da Guatemala, que vem conspirando contra o presidente Bernardo Arevalo, o primeiro líder de esquerda eleito desde o golpe de 1954.

megaloterias
Participante de reunião de líderes jovens da ONU, o deputado Nikolas Ferreira (PL-MG) utiliza linguagem ofensiva e discursos alinhados ao bolsonarismo.
Nikolas Ferreira - Reprodução

O deputado bolsonarista Nikolas Ferreira (PL-MG) protagonizou um discurso ofensivo, insultando o presidente Lula e ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Nikolas publicou o vídeo em suas redes com a intenção de mostrar que participava de um evento da ONU, mas o evento foi organizado pela missão da Guatemala em um espaço dentro do prédio da organização.

Nikolas está participando de uma reunião promovida pela extrema-direita da Guatemala, que vem conspirando contra o presidente Bernardo Arevalo, o primeiro líder de esquerda eleito desde o golpe de 1954.

Querendo mostrar ter alguma importância, ou relevância para a política mundial, o deputado tem dito que está “na ONU”, mas não especifica do que está participando e nem revela que o evento não é organizado pelas Nações Unidas, que apenas alugou o prédio.

Utilizando uma retórica alinhada ao bolsonarismo, Ferreira expôs posicionamentos polêmicos, como a criminalização do aborto e críticas às pessoas trans, ecoando narrativas anacrônicas já desgastadas. O evento, que buscava promover diálogos construtivos, viu-se envolvido em uma atmosfera carregada de polarização política.

“’O mundo será um lugar melhor se não houver tantas pessoas prometendo melhorá-lo’. É uma citação do filósofo Olavo de Carvalho. Isso se encaixa perfeitamente com Greta e Leonardo DiCaprio, por exemplo, que apoiaram nosso presidente socialista chamado Lula. Um ladrão que deveria estar na prisão”, afirmou Nikolas.


Discurso Ofensivo na ONU:

  • Insultos a Lula e Ministros do STF: Durante sua intervenção de oito minutos na reunião da ONU, Nikolas Ferreira atacou o ex-presidente Lula, chamando-o de “ladrão”, e insultou ministros do STF, além de figuras defensoras de pautas progressistas. A escolha de palavras agressivas e a falta de substância no discurso chamaram a atenção para a postura controversa do deputado.
  • Linguagem Inadequada e Frases sem Nexo: O parlamentar, ao arrastar um inglês questionável, mencionou uma frase sem nexo do “guru” bolsonarista Olavo de Carvalho, contribuindo para a ausência de credibilidade em sua fala. A utilização de termos como “ladrão” e a associação a problemas ambientais sem embasamento técnico reforçam a falta de coesão e argumentação em seu discurso.

Narrativas Bolsonaristas e Posicionamentos Polêmicos:

  • Defesa da Criminalização do Aborto e Críticas às Pessoas Trans: Nikolas Ferreira adotou uma postura alinhada às narrativas bolsonaristas, defendendo a criminalização do aborto e criticando pessoas trans. Esses posicionamentos, já desgastados e anacrônicos, reforçam a polarização e a falta de atualização do discurso do deputado.
  • Ataques à Esquerda e Cenário Político Atual: O parlamentar reproduziu uma narrativa desgastada sobre o retorno da esquerda à presidência no Brasil, além de criticar o suposto domínio da esquerda nas universidades e na mídia. Essa visão simplificada do cenário político nacional revela a falta de contextualização e atualização do discurso de Ferreira
megaloterias
megaloterias
ganhador